Bastidores e encenação

capa-ensaio-148

Dentre os lugares que oferecem ao fotógrafo um tema, aliado a uma grande plasticidade visual, encontra-se o ambiente de um teatro. Sua construção, sua função, o que ocorre em cena e, principalmente, fora de cena. A iluminação criativa para a encenação das peças, dos balés, das óperas, dos shows. A iluminação dos ambientes de trabalho, luz “normal”, feita para se enxergar, geralmente fria, vinda de cima, a luz das sombras nos olhos. Os bastidores, as salas de ensaio, dos exercícios corporais, da empostação das vozes. Os depósitos com os cenários, materiais vários, um cafarnaum de ferramentas, tintas, espelhos, isopores, vidros coloridos, papéis, madeirame, local onde se começa a produzir as futuras ilusões. Os camarins, as salas de costura, com suas máquinas, os figurinos, fios, linhas, agulhas, tecidos, lantejoulas, botões. As salas de maquiagem com todo o seu aparato para as máscaras dos personagens, das dançarinas, dos cantores. Os instrumentos musicais, o piano, os fagotes, as trompas, os violinos, as flautas, os violoncelos, a percussão. O poço da orquestra. O palco. A peça, o show, o balé, a ópera, o musical. Enfim, um lugar onde um fotógrafo pode extrair a beleza dos bastidores, da preparação e da encenação.

Por iniciativa do Teatro Guaíra, do Instituto Cidade Educadora – Aymará, foi encenada a ópera “O Fantasma de Canterville”, baseada na estória homônima de Oscar Wilde. O libreto foi escrito por Denise Sartori e José Roberto Frega, a composição e regência do maestro Jaime Zenamon. A direção foi de Denise Sartori e a produção de Mirna Dequech Seleme. Participaram a Orquestra Sinfônica do Paraná, o Coro e os integrantes do Ballet Guaíra G2. No dia 28 de junho de 2008 foi a estreia mundial.

Meu amigo Celso Jr., artista plástico e antigo colaborador em produções publicitárias em Portugal quando lá morei na década de 90, século XX, fez os figurinos e os cenários. Estes, com a colaboração do artista plástico Mikosz Antar.

Tive o prazer de fotografar atores com figurinos, alguns em estúdio, outros no teatro, os bastidores, a preparação e, finalmente, a primeira apresentação. Neste número da Ideias, mostro algumas fotografias de um trabalho que me deu grande prazer em fotografar.

 

 

01

 

 

0203 0405 06

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *