Isabela França. Ed. 152

01-capa-isa-152

Elas entendem do assunto

_MG_0576-nota-elas-foto-Amarildo-Henning

Foto: Amarildo Henning

A presidente da Paraná Turismo, Juliana Almeida Vosnika, e a coordenadora do projeto Gastronomia Paraná, Jussara Voss, comandam com sucesso a ideia que pretende potencializar os destinos gastronômicos dos municípios paranaenses. O Gastronomia Paraná resgata os ingredientes, receitas de família e tradições locais, fortalecendo o setor gastronômico como opção aos turistas que visitam o Paraná. O turismo gastronômico é um segmento crescente. No Peru, 42% dos turistas visitam o país para conhecer a gastronomia local. Os turistas desse nicho não se interessam em apenas conhecer cidades, querem ser surpreendidos por novos sabores e experiências. O projeto tem sido apresentado a agentes de viagens para incorporá-lo a novos pacotes e que possam vender o roteiro gastronômico. O setor agradece.

Artefato

Jorge-Elmor

Foto: Divulgação

Abre no dia 7 de junho a Mostra 18 Espaços para 18 Personalidades, na Artefacto Curitiba. A edição inaugura um novo conceito e homenageia personalidades escolhidas pelos profissionais em seus espaços. Os ambientes foram projetados com ênfase no sensorial, ou seja, ambientes para “ver e sentir”. Para isso, a automação de eletrodomésticos, as tecnologias sensíveis e a utilização de texturas estão entre as características de maior destaque. O conforto é a estrela principal do mobiliário. A linha está também mais contemporânea sem perder o toque orgânico natural conceituado pelo handmade característico da Artefacto. Uma das principais influências vem do design escandinavo, que prioriza funcionalidade, praticidade e simplicidade das formas, com design mais limpo e uso de cores neutras. Tapeçarias sofisticadas, geometrias e inovações no design também estarão presentes nos lançamentos. Entre os nomes que participam da mostra estão Jorge Elmor, Jayme Bernardo e Yara Mendes. 

Plumária

_DSC5016B

Foto: Divulgação

_DSC4940

Foto: Divulgação

Um mergulho na história do Brasil. É o que a mostra Plumária, aberta em 18 de maio, no Museu Oscar Niemeyer, apresenta nos cerca de cem objetos e utensílios indígenas vindos do Museu de Arte Indígena de Clevelândia, no Paraná. Com curadoria de Ana Itália Paraná Mariano, a exposição propõe um resgate dos vínculos com a cultura indígena, a partir da plumária brasileira – adornos corporais, máscaras rituais, artefatos diversos para várias finalidades, brinquedos, armas, cestos e instrumentos musicais. Os artefatos feitos com penas e plumas não são apenas adornos dos povos indígenas. As peças têm funções socioculturais profundas e definidas que regulam seu uso em rituais e cerimônias. O Museu de Arte Indígena (MAI), inaugurado em 2009, tem um acervo de aproximadamente 600 obras, fruto de 12 anos de trabalho de Julianna Podolan Martins, e busca preservar a gênese do povo indígena, que, por sua vez, remete a aspectos intrínsecos da alma brasileira. A visita guiada do museu é um programa bacana para ser feito com as crianças. A mostra permanece aberta até 27 de julho.

Ducati

No dia 24 de maio, o Grupo Servopa inaugurou a Ducati Curitiba. A concessionária, instalada na rota automobilística curitibana, na Avenida Mário Tourinho, apresenta os modelos Monster 796, Diavel, Multistrada e Panigale ABS, além de contar com uma oficina especializada e butique. Na inauguração, a edição especial da Panigale 1199 S Senna, lançada recentemente, foi apresentada ao público curitibano. A subsidiária brasileira da Ducati chegou ao Brasil em 2012 e, em Curitiba, em 2013, na Audi Center Curitiba. A Ducati Curitiba foi a segunda concessão da marca italiana no País.
Fundada em 1926, a Ducati produz motocicletas de inspiração esportiva desde 1946, caracterizadas pelos motores “Desmodrômicos” de alta performance, pelo design inovador, pela tecnologia de ponta e pela paixão que desperta em seus fãs. Cobrindo diversos segmentos de mercado, a linha de motocicletas Ducati é dividida em famílias que incluem: Diavel, Hypermotard, Monster, Multistrada, Streetfighter e Superbike. Esses autênticos ícones do “made in Italy” são vendidos em mais de 80 países.

Moderno

apartamento-Bertoldi-nota-Moderno

Foto: Romulo Fialdini

_DSC7951

Foto: Romulo Fialdini

A revista de arquitetura Bamboo de maio trouxe uma reportagem sobre o projeto do arquiteto curitibano Marcos Bertoldi para seu próprio apartamento em São Paulo. A matéria conta que, há quatro anos, quando a filha mudou-se para a capital paulista, Bertoldi decidiu que era hora de comprar um imóvel na cidade. Morador de uma casa de Vilanova Artigas, buscava uma arquitetura com a qual se identificasse.

Depois de muitas visitas, um apartamento se destacou pelas vigas de concreto aparente e Bertoldi definiu a compra sem saber quem era o arquiteto. Quando levantou a história do imóvel, encantou-se. Assinado pelo paulista Abrahão Sanovicz, o edifício Modular Omicron, de 1972, faz parte de um grupo de prédios residenciais encomendados pela Formaespaço, construtora sinônimo de vanguarda na São Paulo da década de 1970. Localizado no Itaim Bibi, o prédio se destaca por suas características modernistas: estrutura aparente, ambientes modulados de acordo com a estrutura, planta livre, janelas em fita e portas do piso ao teto. Ele mesmo executou a reforma, mostrada na linda reportagem da revista de circulação nacional. 

Pequeno Príncipe

Pequeno-Principe

Foto: Divulgação

Cobras engolindo elefantes, raposas que falam, viagens a planetas distantes, estrelas que são confundidas com vagalumes, bandos de pássaros selvagens que levam crianças para passear pelo céu. Toda a magia do universo de O Pequeno Príncipe foi a inspiração para o projeto Criando Laços, desenvolvido no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, para comemorar os 70 anos do clássico da literatura infanto-juvenil de Antoine de Saint-Exupéry. Lançado no início do ano, o projeto reúne diversas atividades culturais para convidar os pacientes da instituição e o público externo a explorarem o universo fantástico do livro que encanta leitores do mundo inteiro há décadas. Uma das iniciativas do projeto resultou em oficinas de pintura realizadas com as crianças e adolescentes do hospital. Durante as atividades, os pacientes conheceram a história do livro e a usaram como inspiração para criar as obras (desenhos, pinturas e colagens). Algumas delas foram selecionadas para serem expostas, a partir do dia 21 de maio, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova York. Inspirado nas pinturas das crianças, o artista curitibano André Mendes pintou a fachada do hospital, na rua Desembargador Motta.

 

Prata da Casa

Fernando_Manica_Credito_Naideron_Jr

Foto: Naideron Jr.

O advogado paranaense Fernando Borges Mânica foi o coordenador científico do 2º Congresso Brasileiro Médico e Jurídico, que aconteceu em maio, em Vitória, no Espírito Santo. O evento discutiu de forma multidisciplinar os desafios da efetivação do direito à saúde e principalmente o modo como o Direito e a Medicina se relacionam em temas como a falta de médicos, a eficiência dos serviços públicos de saúde, os planos de saúde, o exercício da medicina e, em destaque, o papel do Poder Judiciário na implementação do sagrado e constitucional direito à saúde. Autor do livro Participação Privada nos Serviços Públicos de Saúde e um dos maiores especialistas no tema, o paranaense foi escolhido para a coordenação científica do evento.

Precedentes

CAPA1_LIVRO

Foto: Divulgação

A professora e advogada em Curitiba Estefânia Maria de Queiroz Barboza lançou, na OAB-PR, no dia 27 de maio, o livro Precedentes Judiciais e Segurança Jurídica: Fundamentos e Possibilidades para a Jurisdição Constitucional Brasileira. Conselheira da OAB-PR e professora da Universidade Federal do Paraná, do Mestrado da Unibrasil e da Universidade Positivo, a autora escreveu sua tese de doutorado – Menção Honrosa no Prêmio Capes de Tese de 2012 – com base nos precedentes. O livro defende a possibilidade de a jurisdição constitucional brasileira instituir os precedentes uniformizando as decisões, além de agilizar o tempo dos processos, poderá garantir mais estabilidade, previsibilidade e segurança jurídica.

Leia mais

Deixe uma resposta