Frases. Ed. 154

romario

Romário. Foto: Lúcio Bernardo Júlio – Câmara dos Deputados

“O cara é empresário de vários jogadores. Tive o desprazer de trabalhar com ele no Flamengo, é incompetente e sem personalidade. Posso afirmar que Rinaldi vai fazer da CBF um banco de negócios para defender os seus interesses.”

Romário, sobre a nomeação de Gilmar Rinaldi para coordenador de Seleções da CBF.

 

“Para se defender, Lula ataca. Jamais se explica, sempre acusa. Acostumado a atirar pedras, Lula é incapaz da autocrítica.”
Fernando Henrique Cardoso, em artigo publicado no portal Observador Político.

 

“Eu não leio Fernando Henrique [Cardoso].”
Lula, sobre as críticas que recebeu de seu antecessor na Presidência da República.

 

“A confiança [dos agentes econômicos] foi quebrada. […] Você não incentiva empresários, nem do Brasil nem de fora, a investir com palavras. Tem que ter atitudes coerentes com a palavra.”
Eduardo Campos, sobre a política econômica do governo Dilma.

 

“Quem não quer brincar não desce para o Play.”

Roberto Requião, em ritmo de início de campanha.

 

“A Fifa é a última lavanderia que resiste a qualquer fiscalização no mundo.”
Delfim Netto, economista, ex-ministro.

 

“A seleção ‘panicou’. E, quando se entra em pânico, se perde o coletivo. Cada um quer resolver sozinho.”

Regina Brandão, psicóloga da seleção brasileira durante a Copa de 2014, sobre a derrota histórica de 7 a 1 para a Alemanha.

 

“Nós vamos manter o Mais Médicos, vamos fazer com que eles se qualifiquem e estabelecer novas regras para os médicos. Não vamos aceitar as regras do governo cubano.”
Aécio Neves, sobre o programa Mais Médicos e a divergência na remuneração dos profissionais.

 

“Faço tudo que me dá na cabeça, não quero saber de limitações. Eu não pequei contra a luxúria. Quem peca é aquele que não faz o que foi criado para fazer.”
João Ubaldo Ribeiro (1941— 2014) em A casa dos budas ditosos.

 

Leia mais

Deixe uma resposta