Curtas. Ed. 159

edison_lobao

Edison Lobão. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Exilado em Las Vegas
Desde que seu nome foi citado nas delações premiadas de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, o ainda ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que não conseguiu eleger o filho ao governo do Maranhão, tem misturado férias e licenças para ficar longe do país. Deu o ar da graça nos primeiros dias depois da vitória de Dilma no segundo turno e evaporou de novo. Cumpre temporada em Las Vegas e só na volta é que decidirá seu futuro político – se houver.

 

Gleisi sabia
Em entrevista, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, afirmou que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi informada das irregularidades que ocorriam na Petrobras. Ele conta que advertiu pessoalmente a ex-ministra da Casa Civil da presidente Dilma Rousseff. Nardes informou ter feito, somente nos dois anos, cerca de 50 reuniões na Casa Civil para discutir os problemas detectados nas obras da estatal. O presidente do TCU disse ainda que contou a Gleisi que auditores do órgão constataram indícios graves de superfaturamento e combinação de preços.
“Nós comentamos o assunto em várias reuniões com a Casa Civil. Temos feito muitas reuniões, especialmente na parte de regulação, e demonstramos nossa preocupação. Não sei dizer por que nada foi feito. Mas foi comunicado.”

 

Brasil real
O próximo aumento para aposentados de empresas privadas deverá ser de 5,3%. Por outro lado, os parlamentares querem um aumento de 26% para salários da Presidência da República, ministros, senadores e deputados federais. Sendo aprovado, haverá o chamado efeito cascata em todos os Estados da Federação.

 

Otimista
Fiel escudeiro de Marina Silva, Walter Feldman está mais do que otimista: acha que até o final do ano serão conseguidas as 32 mil assinaturas que faltam para a formalização da Rede Sustentabilidade junto à Justiça Eleitoral.

 

Ligações perigosas
Ex-diretor da empresa LLX, de Eike Batista, Otavio Lazcano tem até taquicardia cada vez que alguém fala perto dele os nomes de Fernando Soares, o Fernando Baiano, Porto Açu e Caixa Econômica Federal. Em outros tempos, Baiano se apresentava ao grupo X como “aquele que resolvia qualquer parada na Petrobras”.

 

Ney candidato
Desta vez, o deputado Ney Leprevost decidiu sair na frente. Comunicou oficialmente ao governador Beto Richa que é candidato a prefeito de Curitiba e que espera o apoio de toda a base aliada de Richa. Ney argumenta que é o candidato com melhores possibilidades em toda a base de apoio do governador. Terá que desalojar Fernando Francischini e Luciano Ducci. Em tempo: Ratinho Jr não é candidato a prefeito. Anuncia sua candidatura a governador em 2018.

 

Marqueteiro milionário
Com a entrega da prestação de contas da campanha de Dilma, veio à tona o valor total pago pelo PT ao marqueteiro João Santana. O ex-deputado Roberto Jefferson postou no seu blog que a empresa de Santana recebeu R$ 70 milhões, incluídos os honorários do baiano, “por serviços prestados na campanha”. Para o delator do Mensalão, por três meses de trabalho, Santana ganhou mais do que Messi, do Barcelona, o craque mais bem pago do mundo, que recebe R$ 60,5 milhões por ano. Admirador do marqueteiro, Jefferson, desta vez, não gostou da atuação dele: “Foi muito bem pago pelas baixarias que criou”.

Leia mais

Deixe uma resposta