Curtas. Ed. 161

Val Marchiori. Foto: Reprodução/site hugogloss.com

 

Marchiori pra lá e pra cá
O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, deu carona para a socialite Val Marchiori e mais dois amigos num jato a serviço do Banco do Brasil, na época em que era o presidente da instituição, segundo o depoimento de um ex-vice-presidente do BB ao Ministério Público Federal. Bendine e o então vice-presidente da área internacional do banco, Allan Toledo, viajaram para Buenos Aires em missão oficial em 20 de abril de 2010 para concluir a aquisição do Banco da Patagônia.

 

R$ 5,5 milhões às universidades
O Governo do Paraná liberou R$ 2,7 milhões destinados ao custeio dos hospitais das universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e Cascavel (Unioeste). Outros R$ 2,8 milhões serão liberados para a UEL pagar o Pasep.

 

Lava Jato
Mais dois governadores, que ainda não tiveram seus nomes divulgados, estão ligados às denúncias que chegaram ao Superior Tribunal de Justiça. O que se sabe é que um é petista e outro do PMDB, além de ambos, um conselheiro do Tribunal de Contas da Bahia também está envolvido. Embora não saibamos quem, já temos possíveis nomes, pois o PT elegeu cinco governadores e o PMDB sete.

 

Exilado
Michel Temer, depois de apoiar seu correligionário Eduardo Cunha para o comando da Câmara dos Deputados, quase caiu no ostracismo dentro do Palácio do Planalto. O vice-presidente se pôs à disposição de Dilma Rousseff, porém desde o apoio ainda não foi recebido por ela. Ambos estiveram juntos somente em compromissos institucionais. Temer e Dilma nunca tiveram uma relação muito estreita, entretanto desde o segundo mandato a coisa vem piorando.

 

Mais de 100
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa foi instalada oficialmente no dia 23 de fevereiro no gabinete da presidência. Os integrantes escolheram Nelson Justus (DEM) como presidente. Outras 23 comissões permanentes também devem estar definidas e prontas para entrar em funcionamento. O presidente Ademar Traiano (PSDB) cobrou agilidade das comissões para a Casa funcionar “a todo vapor”. Mais de 100 projetos já foram apresentados pelos deputados nesta legislatura e aguardam parecer das comissões para que sejam votados no plenário.

 

Maduro autoritário
Foi preso o prefeito de Caracas, Antonio Ledezma. Ele assumiu seu papel de oposição frente ao regime de Nicolás Maduro, que cada vez mais se mostra autoritário e militarista. Analistas e representantes de ONGs locais mostraram-se surpresos com a gigantesca operação montada para prender o prefeito. Estimativas calculam que, hoje, há mais de 60 presos políticos, entre eles estudantes, policiais, militares e dirigentes políticos. Henrique Capriles, principal líder da oposição, disse: “O governo está derrotado e não quer eleições este ano. Mas elas serão a chave para libertar os presos”.

Deixe uma resposta