Vera, Veríssima

Vera

Vera Albertini

Ela é elegante do piso ao teto. Acorda numa pose de rainha, cabeça erguida, olhar firme e se joga no dia como se fosse o primeiro ou o último. A disposição para a vida é de causar inveja, não economiza sorriso, nem palavra, nem experiências. Tem passada firme no exercício diário no Barigüi, onde caminha, caminha, caminha às sete da manhã há muitos anos, no friozinho abafado nas manhãs de verão ou no gelo branquinho dos alvoreceres de inverno. Vera Albertini é empresária. Chefia e atua em todas as pontas em seu salão, que leva na estampa o superlativo de seu nome e as possibilidades de sua cabeça inventiva, o Veríssima. Assim como no parque, faça chuva ou faça sol, ela está lá todos os dias, linda e disposta, a atender clientes que aprenderam seu endereço há décadas e nunca mais o trocaram. Mas ela não é só caminhar e trabalho. Gosta de música e poesia e teatro. Tem disposição para ser plateia das artes e olha tudo que pode e vive tudo que olha. Depois mistura suas experiências e nos devolve em belezas de espelho.

Deixe uma resposta