Frases. Ed. 175

Jair Bolsonaro. Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

“Perderam em 1964, perderam em 2016. Contra o comunismo, contra o Foro de São Paulo. Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que foi o pavor de Dilma Rousseff.”
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)

 

“Que Deus tenha misericórdia desta nação. Eu voto sim.”

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Presidente da Câmara dos Deputados.

 

“Você é um gângster.
O que dá sustentação a sua cadeira cheira a enxofre.”
Glauber Braga (PSOL-RJ)

 

“Estou constrangido de participar desta farsa, uma eleição indireta, conduzida por um ladrão, urdida por um traidor conspirador e apoiada por torturadores covardes, analfabetos políticos e vendidos. Uma farsa sexista. Canalhas!”
Jean Wyllis (PSOL-RJ)

 

“Pela minha família! Meus filhos, Estevão, Amanda, pela minha esposa, pelos meus pais, pelo meu estado de Goiás, pelo futuro do Brasil, eu digo sim!”
Fabio Sousa (PSDB-GO)

 

“A soberba ‘procede’ a queda”

Irmão Lazaro (PSC-BA)

 

“Pátria Amada! Pátria Amada! Seu filho Delegado Waldir não foge à luta! Pelo meu país, por Deus, por minha família, pelas pessoas de bem. Meu voto é sim! Fora Dilma, fora Lula, fora PT!”
Delegado Waldir (PR-GO)

 

“Meus filhos não queriam que eu entrasse na política, a maioria dos corintianos também não. Mas, infelizmente, entrei. Meu voto é não!”
Andrés Sanchez (PT-SP)

 

“Um colega nosso, que não vou citar nome, falou que, se nós cassarmos, ele ia sair do Brasil. Eu estou aqui com a passagem dele, só de ida, já comprei a passagem, presidente!”
Wladimir Costa (SDD-PA)

 

“Feliz aniversário, Ana, minha neta!”
Sérgio Moraes (PTB-RS)

 

“Pelo fim da corrupção, pelo fim da vagabundização remunerada.”
Alceu Moreira (PMDB-RS)

 

“Eu, junto com meus filhos e minha esposa que formamos a família no Brasil, que tanto esses bandidos querem destruir com propostas de que crianças troquem de sexo e aprendam sexo nas escolas com seis anos de idade, meu voto é sim!”
Delegado Éder Mauro (PSD-PA)

 

“Pela paz de Jerusalém, eu voto sim.”

Ronaldo Fonseca (PROS-DF)

 

“Olha aonde nós chegamos: tira Dilma, entra Temer; tira Temer, entra Cunha; tira Cunha, entra Renan; que Brasil é esse?”
César Messias (PSB-AC)

Deixe uma resposta