PSOL cobra explicação do Planalto sobre reunião entre Temer e Cunha

michel_temer_eduardo_cunha

Michel Temer e Eduardo Cunha. Foto: Divulgação

Reunião foi confirmada pelo Planalto; presidente afastado negou encontro.
Deputados pediram à Mesa da Câmara que envie pedido de informação.

Por Fernanda Calgaro
Do G1

Deputados do PSOL protocolaram nesta terça-feira (28) na Mesa Diretora da Câmara um pedido de informações dirigido ao Palácio do Planalto sobre a reunião entre o presidente em exercício da República, Michel Temer, e o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na noite de domingo (26) no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência.

O encontro foi confirmado pela assessoria da Presidência da República, que explicou que o motivo foi para avaliar o atual cenário político. Cunha, porém, negou que tivesse se reunido com Temer, embora tenha admitido que ambos conversem “com regularidade”.

O requerimento, assinado pelos deputados Chico Alencar (PSOL-RJ), Ivan Valente (PSOL-SP), líder da bancada na Câmara, e Glauber Braga (PSOL-RJ), é dirigido ao ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo.

No pedido de explicações, os parlamentares questionam cinco pontos:
1) se ocorreu mesmo a reunião entre Temer e Cunha no domingo (26);
2) se o encontro estava previsto na agenda de Temer e, em caso negativo, por qual razão não estava;
3) qual o objetivo do encontro e sobre o que trataram;
4) se Temer está ciente de que Cunha teve o mandato parlamentar suspenso em 5 de maio pelo Supremo;
5) se Temer está ciente de que Cunha teve o pedido de cassação de seu mandato aprovado no Conselho de Ética.

Pelo regimento da Câmara, caberá ao vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que hoje ocupa interinamente a presidência, elaborar um relatório sobre o requerimento e submetê-lo à Mesa. Só depois disso é que a Mesa decide ou não se encaminha o pedido de informações à Secretaria de Governo. Se o pedido for enviado, o órgão competente terá prazo de 30 dias para dar uma resposta.

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *