Após anunciar esforço concentrado, Maranhão cancelou sessão desta 2ª

Waldir

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão. Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Nas últimas semanas, Câmara paralisou trabalhos devido às festas juninas.
Líder do governo, deputado André Moura (PSC-SE), criticou cancelamento.

Fernanda Calgaro
Do G1

Após anunciar um esforço concentrado para compensar duas semanas sem votações, o presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), cancelou a sessão deliberativa convocada para esta segunda-feira (4).

O argumento é que não seria alcançado o número mínimo de deputados para realizar votações (257 parlamentares) – leia ao final desta reportagem nota divulgada pela assessoria de Maranhão.

Nas últimas duas semanas, a Casa já ficou paralisada porque Maranhão decidiu liberar os deputados para comemorar as festas juninas nos seus estados, principalmente no Nordeste.

A medida teve repercussão negativa, e Maranhão tentou compensar marcando sessões para segunda, terça, quarta e quinta desta semana.

No entanto, no meio da tarde desta segunda, decidiu cancelar a sessão marcada para as 16h.

O líder do governo, André Moura (PSC-SEC) criticou a medida argumentando que a expectativa já era mesmo que o quórum fosse atingido só por das 18h, o que normalmente acontece quando as sessões são marcadas para segunda-feira, dia da semana em que os parlamentares começam a retornar dos seus estados para Brasília.

A expectativa do governo era que fossem votadas duas medidas provisórias que trancam a pauta.

“Começamos mal a semana. Isso é muito ruim para a opinião pública, para um governo que precisa deliberar e aprovar matérias para retomar o crescimento da economia. Todas as matérias são importantes em um momento extremamente delicado que enfrenta o país. Começamos a semana sem produzir nada”, disse Moura.

 

Festas juninas

Todo ano, o ritmo de trabalho na Câmara diminui durante a semana em que é celebrado o Dia de São João (24 de junho), mas, neste ano, Maranhão decidiu dar folga na semana seguinte também, em razão do Dia de São Pedro (29 de junho).

Em ano de eleições municipais, as celebrações de junho ganham importância política porque os parlamentares que pretendem se candidatar a prefeito usam as festas para fazer campanha informal.

 

Nota da presidência da Câmara

Leia abaixo a íntegra de nota da assessoria da presidência da Câmara que justifica o cancelamento da sessão desta segunda-feira.

 

Nota de esclarecimento

A presidência da Câmara dos Deputados informa que a sessão deliberativa marcada para 14h desta segunda-feira (04/07) foi cancelada em razão do baixo quórum registrado na Casa.

Às 15h50 o Presidente Waldir Maranhão foi informado pela Secretaria-Geral da Mesa de que o quórum de parlamentares era de pouco mais de 60 deputados.

Como seria necessária a presença de 257 parlamentares para deliberar sobre matérias que tramitam na Câmara, e para evitar o desgaste de abrir e encerrar uma sessão sem votações, o Presidente decidiu remarcar a sessão para terça-feira, às 14 horas.

Informamos que a reunião de líderes está marcada para 15h desta terça.

Assessoria de Imprensa
Presidência da Câmara dos Deputados

Leia mais

Deixe uma resposta