Curtas. Ed. 177

claudia-cruz-numa-fria

Cláudia Cruz. Foto: Divulgação

Do melhor
O que ninguém pode dizer é que Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, agora transformada em ré, não seja uma mulher de apurado gosto. Estima-se que tenha gastado US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,6 milhões) em lojas de grifes, restaurantes famosos e hotéis cinco estrelas. No roteiro Paris-Roma-Nova York suas lojas favoritas iam de Chanel a Prada. Um dos destinos habituais era a Charvet, fundada em 1838, que veste reis, príncipes e chefes de Estado europeus. Ela teria em seu closet, supostamente, mais de 150 pares de sapatos e cerca de 60 bolsas de grife.

 

Milhões da fé
Para quem não tem ideia do que representam as emissoras de TV para chefes de igrejas evangélicas: o missionário RR Soares gasta em torno de R$ 120 milhões por ano só com subconcessão de horários. Além disso, tem uma rede de televisão a RIT TV, que tem um faturamento de R$ 3 milhões por ano contra um gasto mensal de R$ 5 milhões.

 

Rombos na Petros
Tome-se o caso da Petros, que já apresentara rombos em 2013 e 2014. De acordo com estimativas extraoficiais, o fundo de pensão dos funcionários da Petrobras registrará em seu balanço de 2015 um deficit de cerca de R$ 20 bilhões.

 

Tamanho da dívida
O tamanho da dívida da Petrobras é também um problema para bancos públicos do país que tem a receber R$ 92 bilhões da estatal. O caso mais complicado é do BNDES. O volume de empréstimos que a instituição deu ao “sistema Petrobras” é estimado em R$ 55 bilhões, o que equivale a mais de 50% do patrimônio de referencia do banco.

 

Depressivo
O ex-presidente Lula vive dias depressivos. Quem convive com ele no Instituto Lula garante que ele não suporta mais o clima de prisões, delações premiadas, condenações e ameaças, inclusive a seus familiares. Não consegue aceitar o que está acontecendo com ele. Em reuniões, mostra-se quase formal, não ri e não faz piadas. Até já aceitou a hipótese de prisão e sabe que será citado em delações, ao lado de Dilma, Antônio Palocci e Guido Mantega, só para começo de conversa.

 

Tudo revirado
Marisa Letícia, mulher de Lula ficou algum tempo sem ir ao sítio de Atibaia. Há dias, com o filho Fábio, foi até lá e encontrou tudo revirado, roupas espalhadas pelo chão, gavetas fora do lugar, só para começo de conversa. Voltou para casa enfurecida e quem ouviu mesmo foi Lula.

 

Lá fora
Levantamento feito sobre o noticiário da imprensa estrangeira sobre o governo Michel Temer mostrou que os estrangeiros acreditam nas medidas que deverão ser feitas na economia, mas acham que o presidente interino é tolerante com a corrupção.

 

Primeira placa
Michel Temer ganhou sua primeira placa. Pedro Taques, governador de Mato Grosso, colocou o nome de Michel na placa de inauguração de uma UPA 24 horas em Cuiabá. Apenas tomou um cuidado: mandou colocar em baixo “presidente em exercício”. Taques é do PSDB e opositor radical de Dilma Rousseff.

 

Guerra é guerra
O PMDB diferencia as gravações de Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney das gravações de Delcídio Amaral e Aloizio Mercadante. Dizem que os seus estavam dando opiniões e os petistas estavam armando o que se pode chamar de obstrução de justiça.

 

Uma e outra
Depois que Claudia, mulher de Eduardo Cunha, virou ré em Curitiba, a maioria dos juristas acha que igual procedimento deveria ser adotado em relação à Carolina Oliveira, mulher do governador Fernando Pimentel. Ela continua desfrutando de foro privilegiado no Supremo.

 

Vai fechar
O salão do cabeleireiro Celso Kamura, que cuida dos cabelos e maquiagem da presidente Dilma Rousseff, vai fechar suas portas no Village Mall, no Rio. Motivo: queda de movimento. Kamura acha que não tem nada a ver com o fato dele cuidar da beauté da presidente.

 

Leia mais

Deixe uma resposta