Frases. Ed. 177

frases-177

Deltan Dellagnol, procurador da República. Foto: Divulgação

“Criminosos antiquados usavam laranjas. Os mais modernos, trusts e offshores.”

Deltan Dellagnol, procurador da República, sobre manobras financeiras de Eduardo Cunha.

 

“É preciso se abolir o foro privilegiado. Todos devem ter foro na primeira instância a partir da competência dos crimes cometidos”.
Roberto Veloso, presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

 

“Fiquei achando muito estranho que eles tivessem transformado (a CGU) em Ministério da Transparência. Primeiro pensei: deve ser jogada de marketing. Tenho certeza agora que se tratava de transformar em obscura a transparência.”
Dilma Rousseff, cheia de mágoa e ressentimento

 

“Os coxinhas estão com vergonha. Eles bateram panelas e o que caiu não foi um risoto, foi o Temer.”

Lula sobre a cena política nacional.

 

“Se houver um erro, consertá-lo-ei. Sei que muitos não gostam, mas falarei assim: consertá-lo-ei.”
Michel Temer, presidente em exercício, que não vê problemas em reconhecer erros.

 

“Estamos vivendo a crise mais intensa da história do Brasil.”
Henrique Meirelles, ministro da Fazenda.

 

“É um delator, cretino, bandido da mais alta periculosidade.”
Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, sobre Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro.

 

“Quem se ajoelha toda noite sou eu para agradecer a Deus por tê-la tirado da Presidência.”
Eduardo Cunha, sobre Dilma ter dito que “Temer tem que se ajoelhar” para ele.

 

“Ninguém manda nesta nega aqui.”

Tia Eron (PRB-BA) sobre voto contra Cunha no Conselho de Ética.

Leia mais

Deixe uma resposta