Curtas. Ed. 178

moro

Eleitores querem Moro
O instituto Paraná Pesquisas perguntou se as eleições fossem hoje e tivessem como opção o ex-presidente Lula ou o juiz Sérgio Moro em quem votariam. Moro não é unanimidade nacional – 57,9% votariam nele nestas circunstâncias -, mas ainda assim seu trabalho na Lava Jato passa confiança e honestidade para a maioria. Lula, por sua vez, é cada vez mais esquecido pelos brasileiros e tem sua imagem associada à corrupção, 21,3% prefeririam-no como presidente.

 

Lula rejeitado
O ex-presidente Lula (PT) é o mais rejeitado entre os pré-candidatos a presidente em 2018. Números divulgados pelo Instituto Paraná Pesquisas apontam que 73,4% dos entrevistados afirmaram que não votariam de jeito nenhum em Lula. Na sequência, na lista de cinco pré-candidatos, os mais rejeitados são Geraldo Alckmin (PSDB), com 62%; Aécio Neves (PSDB), com 61,9%; José Serra (PSDB), com 58,2% e Marina Silva (Rede), com 57,5%.

 

Fantasmas na Assembleia
O Ministério Público Estadual (MP/PR) entrou com processo contra o deputado estadual Pastor Edson Praczyk (PRB), a mulher dele, Rosária Tobias Praczyk e uma ex-funcionária do gabinete na Assembleia Legislativa. Os três são acusados de manter um esquema de contratação de funcionários “fantasmas” na Casa.

 

PT desidrata
Em Curitiba, o PT poderá eleger, no máximo, um vereador. Ângelo Vanhoni, que já foi campeão de votos para deputado federal. O definhamento do PT ocorre simultaneamente à derrocada de Dilma Rousseff. Em 2014, ano da reeleição da petista, o partido elegeu 88 deputados federais, a maior bancada na Câmara. Hoje tem 59.
A partir da eleição de outubro, segundo as avaliações internas mais otimistas, o PT deve diminuir muito de tamanho. A direção petista, em seu máximo otimismo, acha que talvez eleja metade dos 633 prefeitos eleitos em 2012.

 

Requião voa
Fez sucesso a chegada de Requião em Almirante Tamandaré. De reluzente helicóptero, desembarcaram o chefe do PMDB e seu filho, Maurício, mostrando força e estrutura. Nesta época de Lava Jato, é muito luxo ir de helicóptero à Almirante Tamandaré para a convenção do candidato a prefeito Gerson Colodel e o vice Daniel Lovato.

 

Tarda, mas não falha
Com dois anos de atraso, o governo federal liberou R$ 1,38 milhão para construção de pontes danificadas pelas chuvas de 2014 e 2015 nas comunidades Campinho e Cantuzinho, no município de Nova Cantu, região central do Paraná. Com os recursos, serão feitas cinco pontes no Rio Tonete. Na ocasião das chuvas, o transbordamento do rio causou enxurradas que atingiram boa parte do município, o que desabrigou mais de 500 famílias.

 

Comitê multado em R$ 315 mil
Após vistoria na Vila Olímpica, o Ministério do Trabalho descobriu 630 trabalhadores sem carteira assinada. O comitê organizador será multado em 500 reais por trabalhador: um total de 315 mil reais.

 

Atrás das grades
O mesmo homem que deixou o cargo, em 2010, com mais de 80% de aprovação, hoje quer ser visto atrás das grades por 47,7% dos brasileiros, é o que afirma a pesquisa do instituto Paraná Pesquisas. Os brasileiros desejam que o juiz Sérgio Moro prenda o ex-presidente Lula. 34,1% querem que ele se aposente da política, e apenas 15,2% o desejam como presidente novamente.
O instituto Paraná Pesquisas realizou a pesquisa em 158 municípios brasileiros, com 2.020 pessoas, entre os dias 20 e 23 de julho.

 

Novas eleições
Os brasileiros não querem Dilma, nem Temer. A insatisfação é geral e entre ambos, 62,4% querem novas eleições. 23,8% defendem a permanência do presidente interino Michel Temer (PMDB) e 11,1% desejam a volta da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

 

Lugo aqui, Lula lá
O ex-presidente paraguaio Fernando Lugo está se aproximando de petistas em busca de apoio para sua campanha presidencial em 2018. Seu sonho é formar uma tabelinha com Lula. Lugo já sonha com o slogan “Lugo aqui [Paraguai]. Lula lá [Brasil]”. Lugo sofreu impeachment em 2012.

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *