A minha cidade é minha

grafiti

A minha cidade é minha. É minha porque cuido, porque zelo por ela. É como alguém da família. Sei dos seus defeitos e procuro ajudá-la a repará-los. Sei de suas qualidades e procuro enaltecê-las. Essa cidade é minha porque conheço seus caminhos, seus ritmos. Sei da sua pista mais rápida, o caminho mais curto, a casa mais bonita, o ipê mais florido. Essa cidade é minha porque a amo e quero sempre o melhor pra ela.

É bom quando as pessoas fazem da sua cidade uma extensão do seu lar, assim deveria ser sempre. O mesmo cuidado que se tem com a sua casa, se ter coma sua cidade. Todo mundo deveria pensar assim, a cidade agradeceria.

Porém o que vemos hoje é simplesmente o contrário. Ninguém se importa. Ou então as pessoas andam muito desleixadas com as suas casas.

Tá todo mundo fazendo o que bem entende, ou melhor, o que não entende. É gente que corta árvores sem autorização, é gente que não separa o lixo, é gente que para seu carro onde não pode. Gente que amplia sem alvará, gente que invade sem permissão. Gente que se apropria do coletivo, gente que usa o que não é seu. Gente que suja e não limpa, gente que invade a canaleta. Gente que quebra vidros e marca seus nomes em qualquer canto. Gente que dá um jeitinho, que constrói mais alto do que deveria. Gente que picha os lugares mais improváveis deixando essas cicatrizes horrendas na cara da nossa cidade. Gente que não liga, que desrespeita, que agride.

Dividimos a cidade com quem amamos e com quem não conhecemos, e esse talvez seja o maior desafio da cidade. Temos que cuidar do que é nosso e temos que respeitar o do outro, como em casa. Tenho que ceder a vez no trânsito, mesmo estando com pressa. Tenho que dar bom dia mesmo estando de mau humor. Tenho que limpar a mesa, mesmo estando com preguiça, tenho que gostar, mesmo quando estou com raiva.

A minha cidade é minha, mas não é só minha. É do vizinho, do estranho e principalmente é a cidade dos meus filhos. Tenho que fazer com que entendam da responsabilidade que é ser um cidadão. Assim como devem arrumar o quarto, como devem escovar os dentes, como devem fazer a lição, eles devem aprender que os deveres e valores que aprendem em casa devem ser expandidos, devem alcançar muros e praças, ruas e avenidas. A minha cidade é minha, a responsabilidade por ela também.

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *