Curtas. Ed. 180

fhc-180

Fernando Henrique Cardoso. Foto: Divulgação

Lamentável
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que prefere ficar como “espectador” do caso do também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção e lavagem de dinheiro. FHC disse que “lamenta profundamente” quando uma pessoa com a trajetória política de Lula chega a essa situação.

 

Loira disfarçada
Os cabelos da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), ex-loura, foram escurecidos para tentar escapar de cidadãos indignados, nas ruas. A nova “identidade” foi revelada quando posou de papagaio de pirata de Lula. Agora, terá de repintá-los.

 

Galdino na chincha
A Câmara Municipal de Curitiba manchou a imagem. A vereadora Carla Pimentel acusou seu coleguinha Professor Galdino de tê-la agredido e assediado sexualmente. “Pegou na minha bunda e nos meus seios”, disse Carla. Galdino chegou a ser detido e foi liberado depois de depor na polícia.

 

Provas contundentes
Lula diz que o MPF não tem “provas” contra ele, mas a movimentação dos R$ 30 milhões que recebeu de empreiteiras é muito contundente.

 

Os 300 de Curitiba
Ao tentar desqualificar quem o denuncia, Lula atingiu o procurador Deltan Dallagnol e mais de 300 investigadores da força-tarefa da Lava Jato.

 

Protesto bloqueado
O Senado discute projeto do senador Pedro Chaves (PSC-MS) proibindo pedestres de interromper, restringir ou perturbar a circulação em via pública sem autorização do órgão de trânsito competente. A proposta recupera dispositivo eliminado da Medida Provisória 699/15, que Dilma usou para tentar sufocar protesto de caminhoneiros.

 

No prejuízo
A crise econômica e a proibição de doações de empresas afetou duramente os cofres das campanhas dos candidatos a prefeito de Curitiba nas eleições deste ano. De acordo com os dados da primeira prestação de contas parcial, divulgada ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sete dos nove concorrentes de Curitiba acumulam, após um mês de disputa, um déficit de R$ 1,814 milhão entre o que arrecadaram e o que gastaram. Rafael Greca (PMN) era o que mais havia arrecadado: R$ 1.004.900.

 

Moro precavido
O juiz Sérgio Moro afirmou, após uma palestra na Universidade da Filadélfia (EUA), que “não é muito sábio da parte de um juiz” tecer comentários sobre as críticas à operação Lava Jato. Indagado sobre o que dissera horas antes o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , apontado pelo Ministério Público Federal como o “comandante máximo” do esquema de corrupção na Petrobras, Moro respondeu: “Sobre um assunto tão concreto assim eu prefiro não falar. Não é muito sábio da parte de um juiz ficar fazendo comentários porque até parece que a gente está respondendo a esse tipo de crítica”.

 

Tiririca
O deputado Tiririca tem sido requisitado para gravar pelos colegas que disputam prefeituras. O cenário é o Salão Verde da Câmara, e o conteúdo é sempre uma piada.

 

Temer espremido
Desde a posse na Presidência que Temer é espremido na chapa quente. O PT o acusa de planejar o fim das políticas sociais. O PSDB bate na tecla de que ele reluta na execução de medidas liberais para atender o mercado. Conselheiros de Temer começam a perder a paciência com os aliados. Eles fragilizam a comunicação do governo com a sociedade.

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *