Poetas, rogai por nós poetas

jessica

Converta-me em pessoa,

E faça-me sua,

Como tantos e outros e bons.

Sorria-me como gente,

E me olhe atento.

Me escuta!

Não preciso pedir,

Por isso o poeta pede por mim.

Com cautela e gentileza e anseio.

Um pouco de desespero.

Pensa-me além do que imagina que vê,

Me olhe!

Perceba-se e verá que não é, não há,

Eu sou o que sempre quero ser.

Inverto você, sua linguagem, sua visão,

seu sistema nervoso,

Embrulho seu estômago.

Lhe faço pó.

Voltaremos à terra,

Juntos.

Mas somente um será exaltado.

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *