Aos politicamente incorretos

dedallo

Vocês que dizem que vivemos em tempos politicamente corretos certamente seriam escravocratas em outrora, seriam de qualquer realeza absolutista, seriam os suseranos do sistema feudal, seriam os homens de Atenas. Infelizmente vocês não são, vocês são apenas uns ignorantes que urram contra quem, aos poucos, depois de muita luta perdida, conquista um espaço num ambiente de homens atenienses, suseranos, absolutistas e escravocratas.

Vocês que consideram que todos devem ter direitos mas o mundo está muito chato são mais parecidos com uns burgueses franceses recalcados, estão meio cá meio lá. Parecem Napoleão, negativamente é claro. Vocês no fundo tendem a ser reacionários em seu conceito mais elementar: aquele que reage à mudança.

E o mundo muda. O mundo é dialético. Ainda bem. Se não o fosse, deficientes físicos ou mentais não teriam chance de vê-lo, de ver as boas coisas que há nele, apesar de vocês coabitarem. Certamente os espartanos dariam um fim nos deficientes, homens deveriam ser fortes e guerreiros, sem braço, sem perna, sem qualquer coisa não dá, tinha que ser viril. De certa forma, vocês que no Facebook dizem que o mundo está politicamente correto tem um quê de Esparta. Matam, alguns matam de verdade, mas vocês, uma classe média bisonha, que leem esta revista, matam pelo discurso. Para vocês só há espaço para os seus.

Vocês se escondem na falaciosa liberdade individual, que não é livre, tampouco individual. Vocês não vivem sozinhos, vivemos todos juntos, tenho que viver com a desprezível presença de vocês. A sociedade pede o conjunto, pede o conflito, pede a dialética. E vocês veem que estão a perder mínimos espaços e já dão chiliques. Por favor, em outras vidas vocês foram homens atenienses, suseranos feudais, absolutistas de qualquer reino e escravocratas. Apesar de que isso é muito, vocês mais parecem a criança mimada dona da bola.

Se este mundo está chato para vocês, é um bom sinal. Ainda pulsa.

Leia mais

Deixe uma resposta