Cascavel: choque de gestão

cascavel abre

Símbolo do agronegócio no Paraná, a cidade adotou novo modelo de gestão que impactou a economia e estreitou o diálogo com a população

Com mais de 300 mil moradores e símbolo da força da agroindústria no Paraná, a cidade de Cascavel passa por uma metamorfose administrativa. Em apenas seis meses, o choque de gestão trouxe absoluta transparência às contas públicas, impactou de modo consistente a economia da cidade e melhorou a interface para a comunicação com os moradores.

A lógica do novo modelo compreende, na prática, agilidade e eficiência nos serviços e no atendimento oferecido à população. A proposta segue ainda o conceito de grandes cidades como São Paulo. A prefeitura passou a adotar uma gestão profissional e técnica, desburocratizou processos, racionalizou custos e despesas, além de otimizar o uso dos recursos públicos.

Neste novo momento, a transformação radical do modelo administrativo refletiu de maneira direta e rápida nos resultados e nos índices de empregabilidade no município. Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho), divulgados no último mês, mostram que Cascavel foi a segunda cidade do Paraná que mais gerou empregos em 2017. Foram, no total, 1.201 novos postos de trabalho no primeiro quadrimestre deste ano. No ranking nacional, a cidade ocupa a representativa 29.ª posição.

INDÚSTRIAS
Em grande parte, os resultados positivos são consequência da política pública de incentivo fiscal oferecido para a instalação de indústrias na cidade. “Sem dúvida Cascavel vive um novo momento de otimismo, apesar da crise que assola o país”, avaliou o prefeito Leonaldo Paranhos.

Recentemente, Paranhos anunciou também o investimento de R$ 40 milhões para a construção em Cascavel de uma das maiores lojas de departamentos do Brasil, a Havan. Além do recurso aplicado para o desenvolvimento do município, a nova unidade deve gerar pelo menos 200 novos empregos diretos.

O interesse de investidores mostra-se sinérgico ao ritmo de trabalho da atual administração. Logo ao assumir o mandato, o prefeito Paranhos estabeleceu prazos para os secretários apresentarem soluções e um diagnóstico dos problemas na cidade.

Pelo levantamento, o principal entrave para o desenvolvimento se referiu ao número excessivo de obras paralisadas ou abandonadas. Como forma de contrapor o cenário diagnosticado e impulsionar ainda mais a economia, dezenas de obras foram retomadas, entre as quais três unidades de saúde da família – uma delas já inaugurada e atendendo a população –, demonstrando a intervenção positiva e direta do governo para estimular o crescimento do município.
Somente na área de educação, retomou três obras e iniciou a construção de outros 14 empreendimentos. A prefeitura prepara ainda as licitações para construção de novas escolas e creches (chamadas agora de centros municipais de educação infantil) para suplantar o grave déficit de vagas acumulado nos últimos anos. “Priorizamos saúde e educação e determinamos agilidade porque as demandas são justas, urgentes e a sociedade tem pressa”, destacou Paranhos.
cascavel Obra retomada na educação Caic
ALVARÁ ON-LINE
Para agilizar ainda mais os processos na construção civil e em outros setores, o município lançou no começo da gestão um software que permite o cadastramento de projetos pela internet e a emissão de um alvará on-line. Com isso, os prazos para os processos reduziram de semanas ou até meses para apenas 24 horas. A ação tem agilizado e tornado mais eficientes os processos de atendimento ao público.

A tecnologia tem auxiliado a promover ações de transparência na gestão pública e garantir economia em diversos setores. Uma das ações adotadas pela prefeitura foi a transmissão de licitações ao vivo pelo canal no Youtube e também pelo Facebook. Além da transmissão ao vivo, os processos licitatórios são feitos, na maioria dos casos, no modelo de pregão eletrônico, possibilitando a participação on-line de empresas de todo o país. “Essas ações estimulam a concorrência entre as empresas e os resultados são preços menores e produtos de maior qualidade”, destacou Paranhos.

Para quantificar a economia proporcionada ao município com a adoção do modelo eletrônico, em apenas duas licitações – dos uniformes e materiais escolares –, a atual administração de Cascavel economizou R$ 5,3 milhões. Só na licitação dos uniformes foram captados pelo município R$ 2,8 milhões. A experiência ganhou repercussão nacional e virou painel de debate no último encontro da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime), em Brasília.

Com a nova filosofia de trabalho em prática, os recursos economizados nas duas licitações serão utilizados para construir uma escola com fachada de vidro. Batizada de “Escola da Transparência”, a ideia é escolher a região da cidade com maior índice de vulnerabilidade social para a construção da unidade. “Vamos construir uma escola que sirva de marco de eficiência para a gestão e para a sociedade de Cascavel”, disse a secretária municipal da Educação, Márcia Baldini.
cascavel licitação ao vivo
FISCAL DA CIDADE
O prefeito Leonaldo Paranhos usa as novas tecnologias de maneira eficaz e inteligente. Diariamente, ao vivo pelo Facebook, Paranhos apresenta propostas, traz novidades, divulga informações, notícias e esclarece fatos com a população. O prefeito ganhou notoriedade em meio ao público e aos internautas por fazer transmissões diretas e acompanhar o andamento das obras no município. Por conta disso, ganhou o apelido de “fiscal da cidade” entre os eleitores.

O seu gabinete tem um painel led, onde o prefeito pode acompanhar como está o atendimento nos postos e unidades de saúde e de outros órgãos da prefeitura. No seu computador, aplicativos acompanham as despesas realizadas e o andamento dos projetos e programas tocados pelas secretarias da administração municipal.

Com o uso do próprio aparelho celular para as aparições virtuais, o prefeito não apresenta apenas casos positivos, mas também os problemas e eventuais soluções para cada situação diagnosticada. “Acabou o tempo da gambiarra. Cascavel agora só aceita obras e serviços de qualidade. E eu peço que a população nos ajude a fiscalizar. Afinal, o dinheiro é da sociedade e precisa ser bem aplicado”, disse o prefeito em recente mensagem transmitida pelas redes sociais. A iniciativa tem cativado cada vez mais o público e estimulado o crescimento de seguidores em sua página pessoal.
cascavel Prefeito fiscal de obras
DIGITAL
O WhatsApp é outra ferramenta importante usada pela administração para cobrar e estimular a equipe de trabalho do município. O grupo do “Prefeito e Secretários”, formado por Paranhos, está sempre ativo. Pelo aplicativo, o prefeito cobra soluções, determina serviços e faz conferências on-line com os secretários e colaboradores da prefeitura para qualificar o atendimento à população. O uso do dispositivo traz ainda economia com telefonemas e reforça o papel do agente público como servidor à disposição da sociedade.

Além do uso inteligente das novas tecnologias e da retomada de investimentos, o município de Cascavel fortaleceu, neste primeiro semestre, as ações de resgate e inclusão social. Recentemente, lançou o “Construa Cidadão” para atender os moradores de rua na cidade. A proposta de valorização humana é resgatar essas pessoas do abandono, da fome, do frio e da vulnerabilidade social.

Voltado a jovens e adultos, o programa não prevê apenas a retirada dessas pessoas das ruas de Cascavel, mas a qualificação profissional e reinserção no mercado de trabalho.

Para isso, o governo mantém uma parceria com a Agência do Trabalhador e outras entidades. As pessoas atendidas pelo programa permanecem de três a seis meses atuando em hortas comunitárias, limpeza de parques e praças e outros serviços públicos. Em contrapartida, recebem uma bolsa-auxílio e passam por um processo de qualificação profissional.

Leia mais

Deixe uma resposta