O céu não é o limite

gf1_felipe

O currículo do astrônomo e professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Felipe Braga Ribas é extenso, esta seção não dá conta, mas o possível será feito.

Formou-se em Física na UFPR, realizou o mestrado em Ciências (Astronomia) pelo Observatório do Valongo/ UFRJ. E o doutorado em Astronomia e Astrofísica foi feito uma parte aqui no Brasil, no Observatório Nacional e outra na França, sua tese ganhou o Prêmio Capes em 2014, como a melhor na área de Física/Astronomia. Ora, se isso já não fosse coisa demais, o professor Ribas recentemente descobriu um anel em torno de Haumea, um dos planetas anões do Sistema Solar Exterior. Segundo o professor Felipe Ribas esse planeta anão é difícil de estudar devido ao seu pequeno tamanho, baixo brilho e às enormes distâncias que nos separam deles. Essas dificuldades foram contornadas por meio da aplicação de um novo método, fazendo o pesquisador da UTFPR um dos pioneiros na aplicação na astronomia brasileira. “A oportunidade desta descoberta vem pelo fato de nós estarmos realizando pesquisa de ponta. Mais do que isso, proporciona trazer nossos alunos, nossas instituições para o destaque que esse tipo de descoberta proporciona, porque mostra que estamos juntos aos países que estão realizando pesquisa de alto nível”, ressalta o pesquisador. Para Felipe Braga Ribas o céu não é o limite, é só o começo.

Leia mais

Deixe uma resposta