Precisamos acariciar a liberdade

liberdade

“A Origem do Mundo” (Gustave Courbet), “Saturno devorando um filho” (Francisco de Goya), “O Juízo Final” (Michelangelo), “Madame X” (John Singer Sargent) são algumas das muitas obras que estampam a História da Arte e que marcaram o entendimento do homem sobre a vida. Assim como “1984”, de George Orwell; “O Crime do Padre Amaro”, de Eça de Queirós; “Madame Bovary”, […]

Continue lendo »

Vitória da sordidez

waack_fabio

A esquerda que amarga saudades da cleptocracia petista comemora com bumbos e trombones um dos feitos mais sórdidos que já cometeu. Inconformada desde a deposição de Dilma Rousseff, consegue sua primeira vendeta: a demissão de um jornalista que discorda das ideias e das práticas da era Lula, essas que levaram o país ao desastre e a própria esquerda à extinção […]

Continue lendo »

Dialogar é preciso

simoes1

Começo por equacionar, de modo heterodoxo, um parêntese com uma afirmação singela, até certo ponto acaciana: o Brasil está vivendo, no território da contemporaneidade, uma crise sem precedentes. Uma crise que, à maneira da pretérita política geiseliana, é ampla, geral e irrestrita. Ela semelha, em termos metafóricos, um polvo gigante, cujos três tentáculos preponderantes são sem dúvida a Política, a […]

Continue lendo »

Crianças do Paraná

fernanda0_abre

Os avanços na proteção de crianças e adolescentes do Família Paranaense são reconhecidos pela Fundação Abrinq e destacam o trabalho realizado pela assistência social no Estado O Paraná tem novos motivos para comemorar. Avanços alcançados na atenção a crianças e adolescentes colocaram o Estado entre os cinco com melhores condições de vida em várias categorias no relatório da Fundação Abrinq. […]

Continue lendo »

Reflexões sobre a violência

simoes

A espiral da violência e da criminalidade (que nem sempre constituem uma explosão desenfreada do irracionalismo humano, mas são, muitas vezes, uma erupção dramática, provocada por carências sociais irreprimíveis), atinge patamares simplesmente inquietantes. Não há como evitar essa constatação: os meios de comunicação de massa se encarregam de nos oferecer, quotidianamente, imagens dramáticas dessa realidade sombria. Assim, enquanto os psicólogos […]

Continue lendo »

O dia em que o futebol se rebelou

futebol

A arbitrariedade cometida pela Federação Paranaense de Futebol (FPF), ao impedir o Atletiba, maior clássico do futebol paranaense, para defender interesses comerciais da Globo/RPC, é uma das mais vergonhosas provas de subserviência que uma entidade presta a uma empresa de comunicação que se utiliza de expediente sórdido para garantir o monopólio da transmissão. Atitude abjeta. Esse conluio é uma excrecência […]

Continue lendo »
1 2 3 4 5 12