Clássicos: eternos como os diamantes

Haverá algo mais moderno do que um clássico, sobretudo um grande clássico? Penso que não. Lendo Ésquilo ou Sófocles, Homero ou Virgílio, Dante ou Camões, Shakespeare ou Cervantes, Moliére ou Goethe, Tolstói ou Dostoiewski, Sterne ou Dickens, Flaubert ou Balzac, Eça ou Machado, o leitor não pode furtar-se a um sentimento de assombro, de êxtase, de vertigem. A verdade é […]

Continue lendo »

Fernando Veloso e Mariana Canet

Ele, Fernando Veloso, artista plástico que tem uma obra fantástica e que deixara de produzir há anos. Ela, Mariana Canet, artista que faz da fotografia sua forma de expressão. Encontro de duas gerações de paranaenses. Veloso, na casa dos 90, voltou à ativa com uma vitalidade incrível; ela, Mariana, se destaca desde 2010 com seus trabalhos documentais e abstratos. Participou […]

Continue lendo »

Noite de “Vozes 11” reúne Piana, Xisto, Arns e Petrelli

Lançamento da 11ª edição de “Vozes do Paraná” na Sociedade Garibaldi marcou também a entrega de diploma a grandes personagens do Estado Adaptado por André Nunes   Prédio histórico que exige precauções, pois nunca podem reunir mais que 300 pessoas no salão principal ao mesmo tempo, o Palácio Garibaldi recebeu 450 convidados ao longo da noite do último dia 12 […]

Continue lendo »

Curitiba me atormenta

esta cidade me atormentaCarrego-a comigo em todos os lugares em que passo. Quando saio, meu sotaque se acentua; minhas tintas ficam mais fortes; tenho orgulho e contradições a respeito das araucárias – somos isso, mas não só isso; falo de clima e parques, histórias e teatros, músicos e escritores, avenidas e bosques. Viro guardiã, protetora, assumo todos os valores e […]

Continue lendo »

Poemas Grego

Pártenon Quem transformou o tempo em doce cântico de pedra? Bem: Calícrates, Ictinos, esses foram os deuses arquitetos. Suas colunas dóricas são quantas? São elas que sustentam na espádua mais que perfeita, a abóbada celeste. Cornijas, capitéis, plintos, volutas: se é bom sonhar é esse o sonho grego, sangue branco a fluir dentro do mármore. (Como suster o céu, sem […]

Continue lendo »

Laís Pires. Ed. 215

Vamos nos despedindo do inverno e nos preparando para a primavera, sempre linda na nossa florida Curitiba, e aproveitando para enriquecer nosso intelecto com eventos culturais como esses que descrevo aqui: Eduardo Moreira e Miguel Falabella – II Conversarte Shopping Pátio Batel Piso L1 –  Avenida do Batel, 1868 – Batel Data do evento: 02/09/19 –  Abertura dos portões: 19:30h. […]

Continue lendo »

Ode ao ritmo, em versos predominantemente arrítmicos

1 Adeus rima. Good bye métrica Arrivederci, formas obsoletas – camisas de força, invólucros, pacotes, recipientes, vasos, embrulhos para nada.   2 Ritmo. É isso o que é preciso: ritmo. Definitivamente, irmão, tudo é apenas uma questão filosófica de ritmo. Temos assim o ritmo da valsa, do tango, do samba, da rumba, do foxtrote neurótico ou do jazz que vem […]

Continue lendo »
1 2 3 20