A guerra dos cabides

Corre em Brasília uma história emblemática que nos dá ideia do que é o poder nas mãos de Dilma Rousseff e do PT. Consta que num dia de maus bofes, a presidente não gostou da arrumação que Jane, sua ex-criada no Alvorada, fez de seus vestidos. Irada, Dilma Rousseff perdeu as estribeiras, o que não é novidade. Jogou cabides na […]

Continue lendo »

Editorial. Ed. 162

O noticiário pinta um retrato sombrio do Brasil de hoje. Quem assusta não são apenas deputados, senadores e governantes, é o País –  quer dizer, a gente teria de tremer ao se olhar no espelho. Parece que a Nação se sente fatalmente tolhida para a realização de um grande destino por uma vasta camarilha de políticos corruptos, tão vasta a ponto […]

Continue lendo »

Pelé tinha razão

Sei que vou provocar acidez e colecionar mais alguns desafetos. Mas a verdade é que Pelé tinha razão quando disse que o brasileiro não sabe votar. Os néscios e capadócios vão urrar contra esta afirmação como berraram, inclusive eu, contra o Pelé quando ele disse isso no século passado. Nossa cultura esquerdoide de meia confecção incensa o popular, com o […]

Continue lendo »

Tu me acostumbrastes

Maldição. Crava a tua mão, respira esta agonia. Colar de fogo no colo da noite. Estou cheio de sombras. Apegado a tuas lembranças. Me afogo em tuas ausências. Tenho uma solidão povoada de imagens tuas. Repleta de nostalgias. Solidão de noites e desejos, de saudade de teus risos. Da memória que não cessa e restaura tua presença de cetim, a […]

Continue lendo »

Maniqueu cego

O terrorista é um maniqueu cego. A estupidez é o seu guia. Bombas, tocaias, sequestros, assassinatos turvaram as minhas esperanças neste início de ano. Com as cenas de terror em Paris e na Nigéria, veio-me a sensação de impotência. A certeza de que fracassamos. Nós, os de minha geração, cheios de ingênuo voluntarismo, pretendíamos mudar o mundo para purgá-lo dos […]

Continue lendo »

Tísica

Maquiavel conta os estragos da tísica, doença mortal daqueles tempos renascentistas, que os médicos costumavam enfrentar quando já era tarde demais. Ao que tudo indica, o Brasil padece de tísica, mas não tem maiores chances que os doentes contemporâneos do secretário florentino. Por aqui não há maioria disposta a mudar o rumo desta pátria mãe a dormir tão distraída enquanto […]

Continue lendo »

Editorial. Ed. 158

Naufrágio impávido   Nada ocorre por acaso, inclusive partidos de esquerda. Resta checar o destino do PT, que surgiu há duas décadas no cenário sindical e de jovens lideranças não comprometidas com o peleguismo tradicional. O país chegou a acreditar que surgia um forte e inteligente partido de esquerda, capaz de cumprir por aqui o mesmo papel que fortes e […]

Continue lendo »

Enciclopédia chinesa

A ideia de que a escolha da nova equipe do governo deve seguir os mesmos métodos com que se escala um time de várzea é ridícula. Mas é mais ou menos isso que pretendem muitos de nossos políticos, empresários e intelectuais. Nada para o mérito. Tudo pela corriola. Pois, pois, essa fórmula abstrusa só pode caber na cabeça de quem […]

Continue lendo »
1 13 14 15 16 17 20