Caça às bruxas e aos seus direitos

jessica

“Basta uma crise política, econômica e religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados” Simone de Beauvoir Uma semana difícil de engolir. No dia sete de novembro, uma das principais pensadoras da área de filosofia política, ética e gênero da atualidade, Judith Butler, passou por hostis situações no Brasil. Em frente ao SESC-SP, local onde Butler proferiu a palestra […]

Continue lendo »

Pacífico porque eterno

guido

Uma vez escutei de um crítico literário que a leitura tinha ficado pela sua adolescência. Nos dias atuais não se dedicava aos romances. Colocava-se num patamar distante. Acredito ser uma exceção, mas, como pouco tive contato com estes críticos oficiais, levo esta encenação viva na memória. No meu caso, para ser simples, sinto sempre a leitura como necessária. Como se […]

Continue lendo »

Observação

jessica

Agora me olho Perto e longe É possível? Estou comigo, mas não Estou lá Entulhada nas boas interpretações de mundo Ou más Que seja Estão todos tentando contribuir E eu aqui, Entulhada neles Embrulhada neles Mesmo assim De toda essa andança de um caminho nada linear E também não circular Paro e me observo Abro minhas próprias cortinas e lá […]

Continue lendo »

O tsunami conservador: o projeto de poder dos políticos evangélicos

evanja_0_abre

A laicização do Estado garante a liberdade. A liberdade garante a participação de todos em qualquer espaço. Inclusive o de poder. A liberdade, tão cara a democracia, garante que religiosos penetrem ambientes políticos a partir de sua legitimação: base social concreta e expressiva. Eles são e estão. E agora? É a partir desses fatos que começamos a pensar a complexidade […]

Continue lendo »

Feito tudo, é fácil dizer

jessica

Eles escreveram. Do épico ao romântico. Do raso ao transcendental. Não deixaram nunca de dizer. Laringes cansadas. Autoridades da palavra, da fala, do incansável viver. Donos da realidade e da representação. Portadores da pena, da tinta, da caneta, das teclas. Autores, cânones, líderes, chefes, artistas, pensadores. Feito tudo, é fácil dizer que nada mais será feito. Com destreza pegaram seus […]

Continue lendo »

Noite de menino

lancamento-01-abre

Há muito que a poesia é prioridade aos nossos olhos. Mesmo que não se perceba, tudo que rodeia, com um pouco mais de atenção, vira linhas de beleza e de dor. Sem rimas, com rimas, com choro, com velas. A poesia está para a pessoa, assim como a pessoa está para fé ou para a ilusão. E tem uns, mais […]

Continue lendo »

Opaca

jessica

É o que sou e o que vejo. É a representação do mundo-agora. Do movimento da práxis. Hoje, agora, sou opaca. E continuo. Porque ainda sou. Hoje sou água, comprimidos, gemidos. Muda. Resquícios de vontades saem pela minha boca. Força que falta. Náuseas que sobram. Pausa para acompanhar o pensamento. Volto e há turbulência na fraqueza. Na leveza há caos. […]

Continue lendo »
1 2 3 5