Bar com cinema

Lourival Mendes era um pioneiro de cinemas no velho oeste, não o velho oeste americano, mas do Paraná. Teve cinema nos verdes anos da cidade de Toledo, então quase um faroeste, que efervescente, vivia sua época de colonização. Na sua paixão por exibir filmes, Lourival comprou um projetor portátil 16 mm e se aventurava, um bandeirante da sétima arte, com […]

Continue lendo »

Almoço na casa de Cukor

O gentil e receptivo diretor cinematográfico americano George Cukor (1899 – 1983), dono de uma excelente cozinha na sua residência em Los Angeles, convidava colegas diretores para um almoço anual quando da entrega do Oscar. Sua casa era frequentada regularmente por Katharine Hepburn, Irene Selznik, Vivian Leigh, entre outros astros. Decorada com extremo bom gosto, situada perto da Sunset Strip, […]

Continue lendo »

Os jovens frequentadores das minúsculas salas de cinema hoje não fazem ideia do que eram as grandes salas com perto de 2000 lugares em sua maioria. Em filmes de ação, vaiava-se o bandido, aplaudia-se o herói e o beijo final na namoradinha era saudado com tremendo assobio. Nas matinês lotadas de crianças, elas batiam os pés na perseguição. Nas comédias, […]

Continue lendo »

O balé no cinema

Este tema foi diversas vezes abordado no cinema, mas alguns filmes se sobressaem em termos de coreografia, dança, música, pantomima e bailarinos, não apenas como pano de fundo para alguma trama. O filme inglês “Os sapatinhos vermelhos” (The red shoes, 1948) foi escrito, produzido e dirigido por Michael Powell e Emeric Pressburger, com Anton Walbrook, Marius Goring, Moira Shearer e […]

Continue lendo »
1 2 3 6