Justiça distanciada

Em recente depoimento o ministro Gilmar Mendes, um dos mais fortes contestadores da Lava- Jato, declarou que o Judiciário não pode cultuar ou temer a popularidade, referindo-se por certo à imagem positiva do ex-juiz e hoje ministro da Justiça, Sergio Moro. Na quadra que estamos vivendo, em função da toxicidade ideológica, na visão política dos acontecimentos e do maniqueísmo dominante, […]

Continue lendo »

Nepotismo agudo

Dentre as extravagâncias de Jair Bolsonaro pretender a nomeação do filho Eduardo para a embaixada brasileira nos Estados Unidos, incide não apenas no lado ideológico da submissão a Donald Trump, da qual o rebento é dos mais radicais e vinculado a Olavo de Carvalho, mas ainda na velha deformação brasileira do nepotismo. A cada vez em que o parenteralismo é […]

Continue lendo »

Tolerância zero, uma causa irreal

Quando as autoridades de Nova Iorque, prefeito e polícia, lançaram o programa de “tolerância zero” contra a criminalidade a partir das pequenas infrações, houve surpresa com os seus efeitos registrados em estatísticas. É de pensar-se na eficácia que teria um modelo equivalente na luta contra a corrupção, já que o caso brasileiro com a Lava Jato ganhou referência mundial e […]

Continue lendo »

De herói a vilão

Sergio Moro é autor de um feito excepcional na história brasileira pelo comando seguro da luta que devassou o antro da corrupção no país. Foi fator-chave da desmistificação da classe política e também do resultado das eleições que acabaram beneficiando a direita, ao esmagar os tentáculos, não apenas da esquerda e de todo o sistema de forças que caracterizava nosso […]

Continue lendo »

Guerra pra valer?

Chegamos ao auge da disputa encarniçada intrapoderes: Judiciário litigando com o Ministério Público, Senado pretendendo CPI contra magistrados, boa parte da classe política acuada pela Lava Jato comemorando a ida dos seus delitos acoplados a caixa 2 para a área eleitoral. É rara oportunidade essa tensão institucional para um acerto de contas que saia da beligerância para a normatização. Afora […]

Continue lendo »

Muito QI na passarela

Uma das áreas em que entrei para valer nos Diários Associados foi a do concurso Miss Brasil sob o patrocínio dos maiôs Catalina. Havia momentos até de alguma erudição quando Guido Viaro, nosso grande pintor, quase sempre membro do júri, versava sobre o corpo da mulher e medidas antropométricas numa perspectiva estética. E lá vinham referências a Vênus de Milo, […]

Continue lendo »

Ruptura e inovação

Há quem compare o ocorrido no Brasil agora com 1960. Marco da maior arrancada do Paraná como sociedade organizada. Tudo veio em uma eleição para lá de ideológica com Jânio Quadros. Ney Braga, o eleito da terra, tinha assumido claro compromisso com o vencedor como se deu agora com Ratinho Júnior e Bolsonaro. Identificação foi tanta que o slogan neysta […]

Continue lendo »
1 2 3 7