Eu quero ir pro mato

adriana

Há a zanzar pelo mundo urbano um batalhão de gente que ainda sonha com uma casa no campo, um lugar cheio de mato, um cafofo longe das trambicagens da cidade grande. Viver longe de “bancários, automóveis, ruas e avenidas com milhões de buzinas tocando sem cessar” é a vontade dourada de muitos. Essa legião de hipongos fora de hora, na […]

Continue lendo »

Os hinos do Brasil

adriana_0_abre (1)

Em 13 de abril de 1831, foi tocado em público, pela primeira vez, o Hino Nacional. Por conta do acontecimento, a data ficou carimbada em nosso calendário de efemérides como o Dia do Hino Nacional Brasileiro. Antes do ocorrido, o que tínhamos como hino era aquele, com letra de Evaristo Veiga e música de D. Pedro I, que hoje tratamos […]

Continue lendo »

MPB da felicidade

adriana

Quantas vezes a gente, em busca da ventura, Procede tal e qual o avozinho infeliz: Em vão, por toda parte, os óculos procura Tendo-os na ponta do nariz! (Mário Quintana) Às vezes tenho pensamentos sobre a felicidade. A minha. Me batuca a cabeça se numa quinta-feira qualquer acordarei, olharei para o lado e concluirei, sem ressalvas, eu sou feliz! É […]

Continue lendo »

Então é Natal

adriana-0-abre

Não, leitor, não farei isso. Nada de citar a música que enlouquece os ouvidos sensíveis durante o mês de dezembro. Mas acho que vale contar, só contar sem escrever os versos para não contaminar a memória e fazer você cantarolar sem parar o refrão. A música “Então é Natal” é a versão em português da “Happy Xmas (War Is Over)”, […]

Continue lendo »

As novelas e a MPB

adriana

Na literatura o gênero “novela” desfila na corda que se estica entre o conto e o romance. Para que o juízo de identificá-lo não descambe nem para um lado nem para outro, é preciso estar atento a algumas características. Explicá-las demandaria o espaço da coluna. É mais fácil falar das telenovelas, que não precisam de nenhum tipo de esclarecimento, porque […]

Continue lendo »

O folclore e a MPB

adriana_0_abre

A música folclórica é a expansão, o desenvolvimento livre do próprio povo expresso pelo som. Heitor Villa-Lobos   Um fato estranho volta e meia acontece comigo, não com tanta frequência, como em meus tempos de brincadeira, mas ainda permanece como um fenômeno que me acompanha. Eu não lembro quando foi que ouvi algumas cantigas de roda pela primeira vez. Não […]

Continue lendo »
1 2 3 6