Uma perfeita xícara de chá, segundo Orwell

George Orwell, escritor nascido na Índia britânica em 1903, é conhecido por obras fantásticas como “A Revolução dos Bichos” e “1984”. Definitivas. Mas nem só de literatura era feita a cabeça do grande escritor. Um homem metódico, de gostos e costumes rigorosos, como todo britânico que se preza. Orwell bebia chá. Levava muito a sério esse hábito. Tanto que dedicou […]

Continue lendo »

Pobre língua portuguesa

Pasmem. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, semialfabetizado, conseguiu, em um mês, cometer 33 erros crassos de português em sua conta no Twitter. Nada surpreendente, se considerarmos que Jair Bolsonaro e sua trupe decidiram encarnar de vez o papel de inimigo da cultura. Os erros de concordância e regência, os barbarismos, as obscuridades, a utilização caótica dos pronomes e das preposições […]

Continue lendo »

Adeus às ilusões

  O título do romance de Robert Musil cai perfeitamente para este artigo sobre o novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Ele é o primeiro presidente de extrema-direita da democracia brasileira. Eleito por milhões, este populista representa o papel de homem comum, mas honesto, de moral rígida, que luta pelos bons costumes e promete tirar o Brasil das mãos de […]

Continue lendo »

Sete confissões

Adriana Sydor nos oferece seu novo livro, “Sete confissões capitais e outros pecados”, um exercício de coragem e de estilo que, aliás, são traços dessa escritora que sempre narra na primeira pessoa, em tom confessional, os seus espantos diante do mundo, uma forma de nos fazer ver a realidade pelo filtro privilegiado de sua sensibilidade. Nestas confissões capitais, ela viaja […]

Continue lendo »

Moqueca, sem controvérsias

Como tudo que existe, a moqueca também provoca controvérsias. Seria um prato angolano? Da culinária de nossos índios? Ou é mais uma contribuição dos portugueses? Não sei. Os historiadores tem aí um bom prato para discussões. Prefiro acreditar na origem angolana, de onde vem o nome. Do quimbundo “mu’keka” (‘caldeirada de peixe’). Aceito a ideia de que tem a ver […]

Continue lendo »

Mudou o Natal. Mude o cardápio

Vou repetir uma sugestão para escapar da mesmice culinária do Natal. Afinal, não é necessário que o cardápio natalino repita a monotonia do peru, a gordura do pernil, o bolo-rei, o panetone e assemelhados. Substitua tudo isso por um menu tipicamente francês que pode ser realizado sem provocar o break-down do anfitrião e a demissão da cozinheira. Estas receitas estão […]

Continue lendo »
1 2 3 5