Sete confissões

gf_adriana

Adriana Sydor nos oferece seu novo livro, “Sete confissões capitais e outros pecados”, um exercício de coragem e de estilo que, aliás, são traços dessa escritora que sempre narra na primeira pessoa, em tom confessional, os seus espantos diante do mundo, uma forma de nos fazer ver a realidade pelo filtro privilegiado de sua sensibilidade. Nestas confissões capitais, ela viaja […]

Continue lendo »

Moqueca, sem controvérsias

vicente

Como tudo que existe, a moqueca também provoca controvérsias. Seria um prato angolano? Da culinária de nossos índios? Ou é mais uma contribuição dos portugueses? Não sei. Os historiadores tem aí um bom prato para discussões. Prefiro acreditar na origem angolana, de onde vem o nome. Do quimbundo “mu’keka” (‘caldeirada de peixe’). Aceito a ideia de que tem a ver […]

Continue lendo »

Mudou o Natal. Mude o cardápio

vicente-1-abre

Vou repetir uma sugestão para escapar da mesmice culinária do Natal. Afinal, não é necessário que o cardápio natalino repita a monotonia do peru, a gordura do pernil, o bolo-rei, o panetone e assemelhados. Substitua tudo isso por um menu tipicamente francês que pode ser realizado sem provocar o break-down do anfitrião e a demissão da cozinheira. Estas receitas estão […]

Continue lendo »

À mesa com Monet

vicente_abre

Claude Monet (Paris 1840 – Giverny 1926) Nos cadernos de receitas de Monet, pintor mestre do impressionismo, foram encontradas delícias que lhe passaram Paul Cézanne, Madame Renoir e Jean Millet. E também um roteiro dos principais restaurantes da época. Vamos falar sobre o final do século XVIII, início do XIX, época em que comer bem era sinônimo de comer muito. […]

Continue lendo »
1 2 3 5