À mesa com Monet

Claude Monet (Paris 1840 – Giverny 1926) Nos cadernos de receitas de Monet, pintor mestre do impressionismo, foram encontradas delícias que lhe passaram Paul Cézanne, Madame Renoir e Jean Millet. E também um roteiro dos principais restaurantes da época. Vamos falar sobre o final do século XVIII, início do XIX, época em que comer bem era sinônimo de comer muito. […]

Continue lendo »

Dumas e sua bíblia gastronômica

É sempre delicioso voltar a esta obra de referência da culinária que encanta gerações de leitores, de simples curiosos a chefs, e que ganhou status de “bíblia gastronômica” ao longo de mais de cem anos de existência gloriosa. Suas centenas de crônicas e receitas gastronômicas formam um vasto painel, em que se destacam tanto clássicos do repertório culinário francês como […]

Continue lendo »

A Origem do Carpaccio

O carpaccio é uma dessas invenções que nos devolvem a esperança de que o homem se difere dos demais animais, constatação difícil nos dias de hoje de terrorismo, corrupção e sertanejo universitário. Não consigo dissociar o verão desse prato. Ele foi criado por Giuseppe Cipriani, fundador do Harry’s Bar, em Veneza. Publique-se a lenda. Em 1950, a Condessa Amalia Nani […]

Continue lendo »

O molho Madeira, segundo Kremer

Meu amigo Dico Kremer, sempre rigoroso ao abordar fatos históricos, corrigiu-me noite dessas. Eu, que imaginava que o molho Madeira é invenção lusitana, estava em ledo ivo engano, como diria Paulo Francis. Ora, pois, o molho, que muito aprecio, foi criado pelos ingleses, de pobre culinária como todos sabemos. “As pessoas acham que foram os portugueses que inventaram o molho […]

Continue lendo »
1 2 3 4 5