Petismo: doença geriátrica do comunismo

  “Sem teoria revolucionária, não há movimento revolucionário.”  Lênin   Algumas considerações são necessárias antes de começar este texto. A primeira delas é a facilidade que há em criticar a “esquerda”, o que é curioso, pois não foi a “esquerda” que impôs o sistema vigente – o capitalismo –, logo, vê-se a eficácia da propaganda anticomunista ocorrida no mundo. Localmente, […]

Continue lendo »