Profana

A preta tentou correr. Correu, correu e no fim sangrou. Sangrou, morreu. Faltou dinheiro, faltou classe, faltou embranquecer. A preta estava sozinha, cuidava dos filhos, da casa, da vida. Seu nome era Tatiana, era Jandira, era Marta, era Elisângela. Ela tinha um sonho, conseguir aquele emprego de segurança. Ela também tinha outros sonhos. Terminar os estudos. Melhorar a vida dos […]

Continue lendo »

Politicamente incorreta e deliciosa

Cá estamos, outubro de 2016, evoluídos, educados, conscientes, esclarecidos, certo? Claro que não! Embora tenhamos um monte de séculos apurando nossa condição de raça civilizada, ainda rastejamos em vários quesitos. Ainda nos engalfinhamos, nos xingamos, nos matamos por nossas causas como se fôssemos as primeiras feras Homo sapiens de 20 mil anos atrás. Deve ter alguma relação com a espiral […]

Continue lendo »

Antônio

Eu não queria nada. Não estava interessada. Nome, idade, profissão, preferências. Nada em você me despertou curiosidade. Era como se eu estivesse num lugar suspenso, longe daquela reunião em que todos fingiam alegrias e alimentavam ilusões na base do vinho. Você fazia parte da paisagem, sem destaque, sem roteiro, sem papel. Era como todos. Eu queria esquecer o mundo e […]

Continue lendo »

Prateleira. Ed. 180

Carolina Maria de Jesus. Foto: Divulgação A escritora favelada do BrasilJessica Stori Nada davam a ela de completo. Viveu por muito de tempo de restos. Papel, comida, fama. Carolina Maria de Jesus, escritora improvável, como Joel Rufino a chama, foi a escritora favelada do Brasil. Diferente da maioria dos seus vizinhos e moradores da favela de Canindé, em São Paulo, […]

Continue lendo »

Os cinejornais

Antes do advento da televisão, um público curioso para assistir a cenas políticas, sociais ou esportivas, de que só tinha lido, visto fotos ou ouvido no rádio, fez surgir o complemento nacional como parte inicial das sessões cinematográficas. Obrigatório a partir do Estado Novo de Getúlio nos anos 40, estendeu-se até o início dos anos 80, produzidos semanalmente. A lei […]

Continue lendo »

O silêncio da memória

“Não existe um tempo linear para cada indivíduo. Inumeráveis tempos entretecem a trama de seu destino” ­— Augusto Roa Bastos   Ocultar-me, distrair-me, ausentar-me. Todo o silêncio que habita os subterrâneos da memória. Toda a palavra engasgada e partida. O medo percorre as linhas dos hemisférios, sopra bem suave na sua nuca, desvia o olhar quando é encarado. E invade e […]

Continue lendo »

Cinema. Ed. 180

Chocolate (2000) Vianne Rocher, interpretada por Juliette Binoche, é uma jovem mãe solteira que decide ir para Lansquenet-sous-Tannes, cidade rural da França. Lá ela abre um negócio inusitado para o local, causando especulação e julgamentos. Aos poucos ganha a confiança dos moradores e abre Maya, sua chocolateria. Causando repúdios dos grandes conservadores locais, Vianne demonstra coragem e confiança, atitudes pouco […]

Continue lendo »

Stress e trabalho

O atual estilo de vida e a agressão das exigências do trabalho chegam a transformar-se em estressógenos desorganizadores da saúde e do comportamento. De modo geral, executivos, empresários, secretárias, investidores e intelectuais sofrem ininterrupta tensão muscular, devido às longas horas de esforço intelectual associado à tensão emocional e à necessidade de tomar decisões enquanto permanecem fisicamente passivos. Falta-lhes o reflexo […]

Continue lendo »
1 2 3 4