Ai, que medo

Os saudosos do regime fardado lustram seus coturnos e se enchem de esperanças. Na caserna corre a notícia de que a possibilidade de um golpe militar é factível. Aos democratas verdadeiros esse movimento inspira medo. Muito medo. Não teríamos pior solução para a nossa crise que é social, econômica, política e também moral, que a volta a uma ditadura militar […]

Continue lendo »

Piada de salão

Alguém acredita que qualquer dos condenados por corrupção ficará muito tempo na cadeia? O maior caso de corrupção da História antes da Lava Jato, o Mensalão relatado pelo ministro Joaquim Barbosa rendeu 26 condenações de figurões do governo Lula, mas o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) se encarregou da pizza, reduzindo penas, mandando para o regime aberto e até perdoando […]

Continue lendo »

Moro mira Dilma

O PT irá à loucura. Literalmente. Não terminaram suas aflições com as investigações e condenações do ex-presidente Lula. A expectativa da força-tarefa da Lava Jato é que o juiz federal Sérgio Moro aceite denúncia contra a presidente cassada Dilma Rousseff (PT) pela compra superfaturada da refinaria norte-americana de Pasadena. Pouco tempo depois de pagar US$ 42,5 milhões pela refinaria, a […]

Continue lendo »

Dio Santo!

Quando os italianos chegaram por essas bandas “Dio Santo, mamma mia” teriam bradado os quase 900 italianos ao ficarem sabendo que a viagem rumo ao Brasil poderia ser realizada por um navio a vela. A aventura, certamente, estaria fadada ao fracasso. Pouco depois de sair do porto de Gênova, eles pararam em Marselha, na França, onde tiveram de ficar em […]

Continue lendo »

Fiat Lux de Amanda Fabbri

  No começo, Amanda Fabbri, 27, queria ser advogada, defender grandes ou pequenas causas, assumir certo papel meio “messiânico” na defesa dos que, buscando justiça, a ela recorressem. Por isto, passou dois anos num prestigiado curso de Direito, em Curitiba, tempo suficiente para descobrir que, na verdade, seu espírito ansiava buscar outros mares. A partir dali, a decisão deveria ser […]

Continue lendo »

Um novo olhar (crítico) sobre a “Opus Majus” de Albert Camus

1 O que representa, em última análise, “A peste”? O romance é plurissignificante, polissêmico. Não será possível captar nele um significado, uma interpretação, uma “leitura” unívoca. Começa por participar do simbólico e do imagético. É fábula, alegoria, parábola. Mais do que isso: metáfora transparente. Suma antiteológica (fragmento da suma que é a “opera omnia” camusiana), reflexão pascaliana (só em parte, […]

Continue lendo »

Editorial. Ed. 199

Nada mais tragicômico do que ver os esforços do governo brasileiro para justificar algumas medidas econômicas, como se conseguissem disfarçar que vestem o cobertor curto entre conter a inflação e não deixar o crescimento cair a um ritmo vergonhoso. O resultado para o contribuinte, claro, é o mesmo de sempre: um custo de vida cada vez mais alto, com cada […]

Continue lendo »
1 2