Inconveniente

O falsificador desistiu de me vender suas produções. Inclusive, não há mais espaço para quadros nas paredes do meu apartamento. Recentemente, o sujeito ‒ entre outras solicitações ‒ passou a pedir dinheiro emprestado. Emprestei mais do que deveria, ele disse que paga quando puder, mas sei que dificilmente vou recuperar aqueles dezesseis, dezessete mil. E ainda sugere outras transações. Mês […]

Continue lendo »

Um silêncio a menos

Preciso revelar uma pessoa excepcional que conheci há pouco mais de uns meses. A necessidade de expressar esse ser é imediata, pois sua presença pode ser efêmera, afinal tudo o que existe está sujeito a desaparecer. Esse “artista”, como não gosta de ser chamado, é corriqueiro em meu caminho e hoje chegou com seu olhar pequeno e lacrimoso – esqueceu […]

Continue lendo »

A publicidade na Cinelândia curitibana

No número 170 desta revista, abordei algumas promoções que gerentes de cinema, atuando como publicitários, movimentavam na principal avenida de Curitiba, além das fachadas e dos cartazes. Aqui vão mais algumas histórias. No início do cinema mudo em Curitiba, eram exibidos filmes curtos de um rolo (pouco mais de 10 minutos). Quando aparecia uma produção de dois rolos ou mais, […]

Continue lendo »

Hoje senti saudades Da sua mão sobre a minha Do cheiro dos pães doces e da mesa posta da liberdade infinita da represa larga à minha frente das árvores que balançavam ao vento das romãs maduras e das mangas caídas   Hoje senti saudades de qualquer suspiro de qualquer brisa de qualquer planta de alguma cor que não existe mais […]

Continue lendo »

Tsunami à direita

A eleição foi um exocet na estrutura partidária tradicional com os litigantes tradicionais PSDB e PT atingidos, ainda que este com algumas compensações em governos estaduais e na disputa do segundo turno entre Fernando Haddad e Bolsonaro. Numa campanha em que seus polarizadores eram também recordistas da rejeição, houve uma renovação a fórceps na aldeia arquivando, a um só tempo, […]

Continue lendo »

Isabela França, seu prenome a define

Isabela tem a beleza e a elegância das mulheres luminosas. Alia a beleza física à inteligência, a simpatia ao talento, a alegria à sensibilidade, o profissionalismo à aventura. Sua boca e seus olhos sorriem como deveriam sorrir os das vestais nos templos da deusa Vesta, na velha Roma dos Césares. Como naquele mundo intermediário dos deuses do Olimpo grego, mistura […]

Continue lendo »

A oportunidade para sair da crise

O novo governo recebe herança pesada de urgências a serem enfrentadas imediatamente. E não serão medidas populares que darão solução aos problemas econômicos. Inevitáveis os cortes nas despesas, a reavaliação de programas e projetos e a decorrente desistência de alguns, elegendo prioridades, tudo isso sob restrições impostas pelo teto de gastos e pelos desequilíbrios da “regra de ouro”. Ao mesmo […]

Continue lendo »
1 2