Prateleira. Ed. 216

Na prateleira de Gloria KirinusA indicação do mês é de Gloria Kirinus, escritora, peruana e brasileira. Colaborou com páginas de poesia, crônicas e ensaios na imprensa curitibana; foi jurada por mais de 10 anos do Prêmio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Criadora e ministrante da oficina de criação literária e pedagogia poética Lavra-Palavra.  Além da carreira literária, é […]

Continue lendo »

Cinema. Ed. 216

A indicação do mês é do ex-presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli. Além disso, é acadêmico e cineasta. Foi produtor associado do filme “O Sal da Terra” (2008) de Eloi Pires Ferreira. Dedica-se em diversas frentes à cultura. Cordiolli sugere aos leitores de Ideias “O fundo do coração” (1982), com direção e roteiro de Francis Ford Coppola. Sobre […]

Continue lendo »

Eu,
Monica Rischbieter

Atividade profissional – Produtora Cultural. Atualmente (desde 2011), presidente do Teatro Guaíra.   Atividades outras – As da vida, casa, filhos, cachorros, gatos etc.   Principais motivações – Dar conta desta estranha vida.   Qualidades paradoxais – Penso que minha grande qualidade é a de não reconhecer minhas qualidades.   Pontos vulneráveis – A lida com a miséria e a […]

Continue lendo »

O populismo trajado de liberalismo
ou vice-versa ou nenhum dos dois, só o populixo

populismo: s.m. Prática política de adotar a defesa dos interesses das classes menos favorecidas com o propósito de conquistar a simpatia e a aprovação popular / Simpatia pelo povo liberalismo: s.m. Doutrina cujas origens remontam ao pensamento de Locke (1632-1704), baseada na defesa intransigente da liberdade individual, nos campos econômico, político, religioso e intelectual, contra ingerências excessivas e atitudes coercitivas […]

Continue lendo »

Clássicos: eternos como os diamantes

Haverá algo mais moderno do que um clássico, sobretudo um grande clássico? Penso que não. Lendo Ésquilo ou Sófocles, Homero ou Virgílio, Dante ou Camões, Shakespeare ou Cervantes, Moliére ou Goethe, Tolstói ou Dostoiewski, Sterne ou Dickens, Flaubert ou Balzac, Eça ou Machado, o leitor não pode furtar-se a um sentimento de assombro, de êxtase, de vertigem. A verdade é […]

Continue lendo »

Fernando Veloso e Mariana Canet

Ele, Fernando Veloso, artista plástico que tem uma obra fantástica e que deixara de produzir há anos. Ela, Mariana Canet, artista que faz da fotografia sua forma de expressão. Encontro de duas gerações de paranaenses. Veloso, na casa dos 90, voltou à ativa com uma vitalidade incrível; ela, Mariana, se destaca desde 2010 com seus trabalhos documentais e abstratos. Participou […]

Continue lendo »
1 2 3