A fascinante Cris Brenner

Um lugar especializado em drinks, delicioso, decoração descolada (lembrei de Nova Iorque), abriga uma também bela e criativa mulher. Eu a vi. Elegante. Muito. É alta, cabelos soltos, à altura dos ombros, nenhuma pintura no rosto. Movimentos de felina, desenvolta como adolescente, majestosa como princesa incógnita. Cris Brenner criou o Officina Restô Bar. Arquiteta, urbanista, usou desses talentos e os […]

Continue lendo »

Bela e talentosa Aurea Leminski

Conheço a Aurea Alice Leminski há muitos anos. Deveria ter uns cinco anos quando minha amizade com seus pais, Paulo Leminski e Alice Ruiz, se estreitou. Enquanto seu irmão Miguel, falecido precocemente, era meditativo, a Polaca, como seu pai a chamava, era um azougue. Tempus fugit. Este tempo, sobre o qual Santo Agostinho fez a instigante observação “Se ninguém me […]

Continue lendo »

O múltiplo Constantino Viaro

Guido Pelegrino Viaro, múltiplo artista, nasceu em Badia Polesine, Província de Rovigo, Veneto, Itália em 1897 e chegou ao Brasil em 1927. Aqui criou uma importante obra artística: foi pintor, gravador, ilustrador, desenhista, escultor, caricaturista além de ensaísta e professor. Casou e teve um filho, Constantino. Este casou e teve três filhos, Guido, Túlio e Mariana. Esta, por sua vez, […]

Continue lendo »
1 2