Baixo clero no poder

Não há exemplo mais significativo na vida brasileira de baixo clero do que a trajetória que precedeu a eleição de Jair Bolsonaro. Ocorre que classificá-lo dessa forma como por sua longa carreira parlamentar leva-nos também ao raciocínio de que não eram bem postados os tidos como do alto clero, como Aécio Neves e José Serra, ex candidatos presidenciais desmistificados, como […]

Continue lendo »

Justiça distanciada

Em recente depoimento o ministro Gilmar Mendes, um dos mais fortes contestadores da Lava- Jato, declarou que o Judiciário não pode cultuar ou temer a popularidade, referindo-se por certo à imagem positiva do ex-juiz e hoje ministro da Justiça, Sergio Moro. Na quadra que estamos vivendo, em função da toxicidade ideológica, na visão política dos acontecimentos e do maniqueísmo dominante, […]

Continue lendo »

Nepotismo agudo

Dentre as extravagâncias de Jair Bolsonaro pretender a nomeação do filho Eduardo para a embaixada brasileira nos Estados Unidos, incide não apenas no lado ideológico da submissão a Donald Trump, da qual o rebento é dos mais radicais e vinculado a Olavo de Carvalho, mas ainda na velha deformação brasileira do nepotismo. A cada vez em que o parenteralismo é […]

Continue lendo »

Tolerância zero, uma causa irreal

Quando as autoridades de Nova Iorque, prefeito e polícia, lançaram o programa de “tolerância zero” contra a criminalidade a partir das pequenas infrações, houve surpresa com os seus efeitos registrados em estatísticas. É de pensar-se na eficácia que teria um modelo equivalente na luta contra a corrupção, já que o caso brasileiro com a Lava Jato ganhou referência mundial e […]

Continue lendo »

De herói a vilão

Sergio Moro é autor de um feito excepcional na história brasileira pelo comando seguro da luta que devassou o antro da corrupção no país. Foi fator-chave da desmistificação da classe política e também do resultado das eleições que acabaram beneficiando a direita, ao esmagar os tentáculos, não apenas da esquerda e de todo o sistema de forças que caracterizava nosso […]

Continue lendo »

Ruptura e inovação

Há quem compare o ocorrido no Brasil agora com 1960. Marco da maior arrancada do Paraná como sociedade organizada. Tudo veio em uma eleição para lá de ideológica com Jânio Quadros. Ney Braga, o eleito da terra, tinha assumido claro compromisso com o vencedor como se deu agora com Ratinho Júnior e Bolsonaro. Identificação foi tanta que o slogan neysta […]

Continue lendo »

É bom já ir pra casa

  Vivemos politicamente uma situação anedótica que lembra uma piada descrita por José Vasconcelos: um cidadão dirige seu automóvel quando estoura um pneu e percebe que está sem o macaco para fazer a troca. A uma distância de três quilômetros há uma luzinha que lhe dá a esperança de assistência. Na caminhada sofrida vai, em monólogos, imaginando gesto de má […]

Continue lendo »

Tsunami à direita

A eleição foi um exocet na estrutura partidária tradicional com os litigantes tradicionais PSDB e PT atingidos, ainda que este com algumas compensações em governos estaduais e na disputa do segundo turno entre Fernando Haddad e Bolsonaro. Numa campanha em que seus polarizadores eram também recordistas da rejeição, houve uma renovação a fórceps na aldeia arquivando, a um só tempo, […]

Continue lendo »
1 2