Arena da Baixada: os números e os nomes do mundial em Curitiba

Casa cheia

 

A Arena da Baixada ficou entre os estádios que tiveram a maior taxa de ocupação na primeira fase da Copa do Mundo. Este índice contraria as previsões daqueles que acharam que os jogos de Curitiba levariam poucos torcedores ao estádio, mas é coerente se for considerada a alta procura por ingressos para os jogos que a capital paranaense recebeu.
E estádio cheio parece ser uma das grandes marcas deste mundial: durante a fase de grupos, um dos destaques foi a taxa de ocupação de cada estádio brasileiro. O confronto entre Rússia e Coreia do Sul, em Cuiabá, foi o jogo que teve menos prestígio do público e, mesmo assim, teve 91,46% dos seus lugares ocupados.
Confira os principais números da Arena da Baixada e de outros estádios na primeira fase da Copa do Mundo.

 

A ocupação de cada estádio durante a primeira fase:
1° Arena de São Paulo – 99,47%
2° Maracanã – 99,15%
3° Beira-Rio – 99,04%
4° Arena da Baixada – 99,03%
5° Estádio das Dunas – 98,93%
6° Arena Amazônia – 98,79%
7° Estádio Mané Garrincha – 98,69%
8° Mineirão – 98,63%
9° Castelão – 98,50%
10° Arena Pantanal – 96,52%
11° Arena Pernambuco – 96,01%
12° Arena Fonte Nova – 95,50%

 

Os 10 jogos da fase de grupos com maior taxa de ocupação:
1° Arena de São Paulo: Holanda 2 x 1 Chile – 62.996 – 100,63%*
2° Maracanã: Argentina 2 x 1 Bósnia – 74.738 – 100,00%
3° Castelão: Brasil 0 x 0 México – 60.342 – 100,00%
4° Arena de São Paulo: Uruguai 2 x 1 Inglaterra – 62.575 – 99,96%
5° Beira-Rio: Nigéria 2 x 3 Argentina – 43.285 – 99,75%
6° Mané Garrincha: Camarões 1 x 4 Brasil – 69.112 – 99,66%
7° Estádio das Dunas: Gana 1 x 2 EUA – 39.760 – 99,47%
8° Arena Amazônia: Honduras 0 x 3 Suíça – 40.322 – 99,44%
9° Mineirão: Costa Rica 0 x 0 Inglaterra – 57.823 – 99,40%
10° Arena da Baixada: Austrália 0 x 3 Espanha – 39.375 – 99,35%
* Alguns jogos tiveram público superior à capacidade oficial do estádio.

 

Públicos nos jogos de Curitiba:
Irã 0 x 0 Nigéria – 39.081 pessoas
Honduras 1 x 2 Equador – 39.224 pessoas
Austrália 0 x 3 Espanha – 39.375 pessoas
Argélia 1 x 1 Rússia – 39.311 pessoas

 

Número total de espectadores:
156.991 torcedores – média de 39.248 por jogo;

Primeiro gol: Carlos Costly (Honduras);

Artilheiro: Enner Valencia (Equador) – 2 gols;

Número de gols: 8 gols – média de 2 gols por jogo;

Quem marcou gols: Enner Valencia (Equador); Carlos Costly (Honduras); David Villa (Espanha), Fernando Torres (Espanha), Juan Mata (Espanha), Kokorin (Rússia) e Slimani (Argélia);

Placar mais elástico:
Austrália 0 x 3 Espanha;

Continentes e seleções:
Américas: Honduras e Equador;
Ásia: Irã;
África: Nigéria e Argélia;
Europa: Espanha e Rússia;
Oceania: Austrália.

Partidas:
Irã 0 x 0 Nigéria
Honduras 1 x 2 Equador
Austrália 0 x 3 Espanha
Argélia 1 x 1 Rússia

Fonte: Assessoria / Atlético Paranaense

02-arena-cap--2

 

 

Deixe uma resposta