Quem é essa cidade?

Sempre achei que as cidades têm personalidade, são como pessoas, têm suas características e suas manias.
Curitiba com certeza é uma mulher jovem, educada, exigente, informada. Muitos a acham séria, mas é porque gosta das coisas bem organizadas, certinhas, tem horários. É uma cidade em quem se pode confiar, cumpre os combinados, separa seu lixo, organiza seu transporte público, oferece muitas coisas aos seus habitantes.
Trabalha muito, é super organizada, diversificou sua carteira de serviços, chamou muita gente para trabalhar em equipe. E relaxa nos happy hours de botecos que colocam suas mesas nas calçadas de petit pavê fazendo uma praia urbana recitada por Paulo Leminski.
Gosta de ler, ir ao cinema e adora dançar tecno. Não é de meter o pé na jaca, mas toma os seus pilequinhos. É da rua, da esquina, do bate papo sem fim. Eclética, pode ir direto de uma balada sertaneja no sábado à noite para um concerto da orquestra sinfônica no domingo de manhã. Arrisca até um samba em um carnaval de caixinha de fósforo.
Curitiba come de tudo. Ultimamente está muito interessada em pratos diferentes, culinárias exóticas de países longínquos para desespero das suas mamas italianas, árabes, alemãs e polonesas. Anda achando que come demais por causa do frio e, antenada, aderiu às feiras de orgânicos em todos os seus bairros. Mas sofre para dispensar a sobremesa em toda refeição.
Vaidosa, Curitiba gosta de suas ruas limpas e sempre floridas com seus ipês, cerejeiras, quaresmeiras, primaveras e flamboyants. Curitiba se veste com rendas de lambrequins, casas e ônibus coloridos. Seu traçado é reto, quase cartesiano, suas quadras são quadradas, facilitando os nossos caminhos.
Seus fluxos e contra fluxos são medidos no relógio, pontuais. Seus humores variam com o clima. Podemos ver seu sorriso nos dias de sol e sua preguiça quando o céu está cinzento. Educada como ninguém, mantém suas floreiras intactas mesmo em pleno show de rock.
Mas acima de tudo, Curitiba é generosa, deixa todo mundo entrar, recebe todo mundo com café e bolo. Convida todo mundo para deitar na grama dos seus jardins e parques que rega com muito carinho e muita chuva.
Curitiba é tímida, quase não fala, mas gosta de ouvir as suas histórias.
Curitiba é aquela amiga que puxa a sua orelha quando você está errado, dá carinho quando você precisa de colo, mostra o caminho quando você está perdido e cai na gandaia quando você quer se divertir.
É mãe que protege, irmã que divide e uma amiga para toda a vida!

 

Foto: Reprodução/site curitiba.pr.gov.br

Deixe uma resposta