Bolsonaro interfere na secretaria da Cultura

Em mais uma demonstração da instabilidade do governo. o presidente Jair Bolsonaro tornou sem efeito nesta terça-feira (5) o ato do chefe da Casa Civil, Braga Netto, que renomeou o maestro Dante Mantovani para a presidência da Funarte. Mantovani, nomeado por Roberto Alvim, havia sido afastado do cargo logo após a posse de Regina Duarte na Secretaria Especial da Cultura.

Segundo a colunista Eliane Cantanhêde, do jornal O Estado de S. Paulo e da Globo News, Bolsonaro atendeu a pressões de dentro e fora do Palácio do Planalto. Regina e o presidente devem almoçar no Planalto nesta quarta (6) para tentar amenizar o descontentamento de lado a lado.

O ato acontece após Regina Duarte afirmar que não divulgou nota pública sobre as mortes dos artistas Aldir Blanc e Flávio Migliaccio por causa das patrulhas ideológicas do governo e por medo de perder seu cargo como secretária da Cultura.

Deixe uma resposta