Castro não dá titulo à deputada bolsonarista que defende o golpe

A Câmara Municipal da Castro não aprovou projeto de lei que concede o título de cidadã benemérita do município à deputada federal Aline Sleutjes (PSL). O projeto foi rejeitado por sete votos contra seis. A parlamentar é vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados e candidata à prefeitura de Castro.Além disso, ela é acusada de gastar verba da Câmara e justificá-las com notas de empresa “fantasma”.

Segundo os vereadores, não poderiam homenagear quem participa de atos contra a democracia e a favor do fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nascida em Castro, Aline é formada em Educação Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Nas eleições municipais de 2004, foi eleita vereadora. Em 2018, foi eleita deputada federal com 33.628 votos.

Deixe uma resposta