Regina Duarte pede para sair

Regina Duarte não é mais secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Ela se reuniu nesta manhã com o presidente e deixou o cargo. A atriz assumirá o comando da Cinemateca, em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o governo e a cultura brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, tuitou Bolsonaro, que postou também um vídeo ao lado da atriz.

No início do mês, com exclusividade, a Crusoé mostrou que, em conversa com uma assessora, Regina acreditava estar sendo fritada por Jair Bolsonaro. O nome mais cotado para suceder Regina na Cultura, como noticiamos nos últimos dias, é o ator Mário Frias.

Deixe uma resposta