Maioria prefere a vida

A maioria dos brasileiros é contrária à reabertura do comércio, segundo pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A reprovação varia segundo o tipo de estabelecimento, variando de 57% para salões de beleza a 86% para cinemas e teatros.
Apesar das cenas de bares lotados no Rio de Janeiro, filas para entrada em shoppings em São Paulo e em Curitiba, 69% se dizem contrários a reabertura dessas categorias. Há divisão apenas em relação ao comércio de rua: 49% se dizem favoráveis à reabertura e 47%, contrários —um empate, considerando a margem de erro de 2 pontos percentuais.
A reprovação ajuda a entender o movimento baixo observado desde que estados e municípios começaram a flexibilizar a quarentena imposta para conter o avanço do novo coronavírus.
Pesquisa do IBGE mostra que, mesmo com a reabertura, houve queda de 7,2% das vendas do comércio em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado, o pior desempenho desde 2016. O nível também ficou 7,3% abaixo do observado em fevereiro, último mês em que as atividades não foram afetadas pela pandemia.
Considerando os três meses posteriores ao fim da quarentena, 67% dizem que devem ir menos a bares e restaurantes, 64% devem ir menos a shoppings e 62% devem ir menos a comércio de rua.

Deixe uma resposta