Câmara Municipal de Curitiba tem renovação de 47%

A Câmara Municipal de Curitiba teve uma renovação de 47% nas eleições deste domingo, superior a verificada em 2016, quando a casa foi renovada em 40%. Dos 38 vereadores da atual legislatura, 20 se reelegeram, e 18 caras novas conseguiram conquistar uma cadeira na Casa. A lista dos novatos inclui a candidata mais votada, Indiara Barbosa, do Novo, com 12.147 votos.

O Democratas, do prefeito reeleito Rafael Greca, é o partido que elegeu a maior bancada, com cinco vereadores, seguido do PSD do governador Ratinho Júnior, com quatro eleitos. O PSL do deputado estadual Fernando Francischini conquistou quatro cadeiras. O PDT do deputado estadual e segundo colocado na disputa pela prefeitura, Goura, elegeu três parlamentares, mesmo número do PT.

Na próxima legislatura, a Câmara terá representantes de 20 dos 33 partidos registrados junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Atualmente são 18 as siglas com cadeiras na Casa. As informações são do Bem Paraná.

O DEM perderá uma cadeira, mas reelegeu os parlamentares que concorriam a um novo mandato: Serginho do Posto (segundo mais votado no pleito), Mauro Ignácio, Sabino Picolo, Toninho da Farmácia e Zezinho Sabará. Julieta Reis, a vereadora há mais tempo na Casa, não disputou o pleito.

O PSD perdeu duas das cinco cadeiras que detém atualmente na Casa, reelegendo Beto Moraes e Professor Euler. A novidade será o jornalista Márcio Barros. Após a janela partidária, encerrada no começo de abril com 16 trocas de legenda, o partido chegou a ter seis representantes, mas atualmente está com cinco.

Com a reeleição de Dalton Borba, Marcos Vieira e Tito Zeglin, o PDT manterá as três cadeiras em 2021. Antes da janela partidária, a legenda chegou a ter a maior bancada na Câmara, mas perdeu dois representantes – Toninho e Zezinho – para o DEM. Já o PT passará de um para três integrantes na 18ª legislatura. Carol Dartora, e Renato Freitas juntam-se à Professora Josete, reeleita.

Além do PSL, o Novo será novidade no Legislativo da capital, com a vereadora mais votada de 2020, Indiara Barbosa, e Amália Tortato. Também terão duas cadeiras: o Pode, com Mauro Bobato, reeleito, e Denian Couto; o PP, com Oscalino do Povo, reeleito, e Nori Seto; o Republicanos, com Osias Moraes, reeleito, e Pastor Marciano Alves; e o Solidariedade, com Alexandre Leprevost e Leônidas Dias.

Não reeleitos – Entre os vereadores não reeleitos estão Bruno Pessuti (PSD), Cacá Pereira (Patriota), Colpani (PSB), Dr Wolmir (Repub), Geovane Fernandes (Patriota), Maria Manfron (PP), Mestre Pop (PSD), Paulo Rink (PL), Thiago Ferro (PSC) e Professor Silberto (MDB).

Deixe uma resposta