Por um novo tempo de arte,
a Casa das Artes-Embap

A antiga sede da Escola de Música e Belas Artes do Paraná – EMBAP está em ruínas e precisa ser restaurada para que volte a fazer parte do nosso patrimônio cultural e histórico, abrindo novamente suas portas para a comunidade.

A EMBAP foi a primeira escola de artes paranaense de nível superior em Curitiba fundada em 17 de abril de 1948. É um marco fundamental na formação de importantes profissionais no campo das artes plásticas e música no Estado do Paraná através do Ensino Público Superior e Gratuito. Por suas salas de aula passaram muitos artistas, educadores e agentes culturais como Erbo Stenzel, João Turin, Leonor Botteri, Henriqueta Garcez Duarte, Luiz Carlos de Andrade Lima, Ivens Fontoura, Adalice Araújo, Guido Viaro, David Carneiro, Lange de Morretes, Raul Cruz, Theodoro de Bona, Ingrid Seraphin Prosser, Gedeão Martins, Henrique de Curitiba, Renée Frank, Bento Mossurunga, Fernando Azevedo, Beatriz Nocera, Dona Zulmira Vergés da Costa, entre muitos outros. Este prédio histórico teve um papel importante na formação das pessoas, revelando artistas que hoje continuam ensinando e divulgando a arte, por isso merece mais atenção e cuidado.

Diferente das demais escolas de artes, a BELAS, como é carinhosamente chamada, reunia uma energia muito peculiar que fez com que todos que frequentaram seus cursos nunca deixem de lembrar com carinho tudo que por lá viveram e aprenderam. Desde 1991, com a interdição parcial da EMBAP, ocorrem importantes manifestações
estudantis e da sociedade e outras aparecerão enquanto o Estado não agir, pois sua deterioração só se agravou e continua avançando. Há mais de 10 anos este histórico prédio está fechado aguardando a restauração, mas até agora nada aconteceu.

Curitiba já foi considerada a Cidade Universitária e a Cidade Ecológica e podemos sonhar também com a Cidade das Artes, pois são vários os espaços destinados às artes como o MON – Museu Oscar Niemeyer, conhecido como o Museu do Olho, a Ópera de Arame, espaço ímpar para apresentações artísticas, o Teatro Guaíra, instituição secular e tantos outros museus, teatros, ateliês, salas de exposições e apresentações, patrimônios históricos restaurados, preservados e inaugurados.

Acreditando que a arte forma um melhor indivíduo, um cidadão sensível ao mundo, e que o artista transforma o mundo com suas intervenções, o movimento VIVA EMBAP VIVA cresceu e tomou forma concreta através da iniciativa de ex-alunos, ex-professores e admiradores da arte que juntos montaram o projeto convidando a nós todos para aderir a esta causa assinando o abaixo-assinado contribuindo com ideias e ações. Nosso abaixo–assinado surgiu das trocas emocionadas das pessoas que passaram pela escola e que não se desapegaram da memória e tampouco da sua importância e significância, com uma visão de mundo onde o compartilhamento e convivência estão associados para motivar a sociedade a interceder junto aos órgãos estaduais responsáveis pela restauração da antiga sede e abrir suas portas para uma nova casa de cultura, a CASA DAS ARTES-EMBAP.

Com esta consciência e cientes da importância da arte e seus benefícios na transformação do indivíduo e por ele do seu entorno, formam um grupo cada vez maior e que cresce a cada dia. Hoje somos muitos, todos juntos por um  mesmo ideal!

Um movimento da sociedade que se organiza, levado por milhares de assinaturas faz a diferença, pois um abaixo-assinado representa a associação de pessoas que se manifestam para um propósito. Movimentar o pensamento de mais de 5 mil pessoas, em apenas 7 dias evidencia a importância deste movimento como grande motivador
desta causa. Em seguida virão os passos lógicos para avaliar, projetar e conseguir o resultado que estamos buscando. Contaremos com depoimentos, registros fotográficos, audiovisuais, projetos arquitetônicos e de restauração e matérias jornalísticas, todos comprometidos com a seriedade desta causa. Restaurar e revigorar o prédio vai transformá-lo numa casa de cultura aberta para a comunidade, a CASA DAS ARTES-EMBAP, com espaço para um memorial da escola, sala de exposição de trabalhos de artistas novos e renomados, um auditório para apresentações de música, uma livraria de artes e um café cultural. Além disso, oficinas de artes visuais e música, salas para práticas de extensão universitária, formação de público e lazer cultural, farão com que este espaço se integre novamente ao centro histórico de Curitiba, amplificando o pulsar artístico tão importante para novas gerações do Paraná e assumindo um papel na mediação cultural para a transformação da realidade.

Assim, com as adaptações necessárias para seu novo objetivo e funcionamento, nossa cidade resgatará mais um espaço cultural para se orgulhar, a CASA DAS ARTES – EMBAP. Através das mãos da renomada artista plástica paranaense Estela Sandrini, formada pela EMBAP em 1967, diretora do MON entre 2011 e 2017, escolhida para ser a
representante de todos aqueles que compartilham e acreditam nesta manifestação, será encaminhado o abaixo-assinado e todo o projeto desta transformação ao poder público paranaense como forma de apresentar a justa e importante reivindicação de preservação do patrimônio com a restauração do prédio, propondo um novo e digno tempo para a arte. Portanto o momento é de união para que nosso prédio continue a fazer parte da história artística do nosso estado, afastando-se da perspectiva de ruína e abrigando atividades artísticas e formadoras de público. Todas as artes em um espaço cultural comum e de livre expressão. Juntos para sentir, pensar, lembrar, questionar, propor, dialogar,, pesquisar, reunir informações, levantar dados, dar os braços e as mãos por uma causa que trará inúmeros benefícios para o indivíduo e para a comunidade é o que nos impulsiona.

Unidos somos sempre mais fortes!

Participe desse movimento VIVA EMBAP VIVA pela CASA DAS ARTES – EMBAP.
Assine o abaixo-assinado e divulgue em suas redes.
link do vídeo: https://youtu.be/BXG5DMS_8qs

Facebook: https://www.facebook.com/vivaembap.viva

Instagram: https://www.instagram.com/vivaembapviva/

Para mais informações, envie e-mail para nosso endereço eletrônico: vivaembapviva@gmail.com

Deixe uma resposta