Jaime Lerner

Jaime Lerner. Foto: Daniel Katz   Calçando sapatos em colonos e vivendo o maravilhoso do rádio com a Guairacá e B-2, na Barão do Rio Branco.Até virar nome mundial, líder da Time e acupunturista urbano com trânsito pela orbe toda   O mundo do final dos 1930 a 50 desfilou para Jaime, o menino filho de imigrantes poloneses fugidos do nazismo, […]

Continue lendo »

Metamorfose, a barata sentimental de Franz Kafka

Você é Grégor Samsa, um rapaz sensível, delicado e estudioso, que se vê, repentinamente, lançado à vida adulta por uma necessidade imperiosa: a pequena empresa criada por seu pai, que havia garantido o sustento da família por muitos anos, acaba de falir. Como consequência disto, você vê a vida do patriarca tornar-se um exercício de falência: velho e cansado, ele […]

Continue lendo »

Língua e literatura só com prazer

Um menino de ginásio, lá pelos anos 1950, podia ser assombrado de diversas formas. Para mim, a assombração assumia a forma muito concreta de um nordestino baixote e forte, rabugento e exigente, tido como um sábio da língua portuguesa nos limites municipais de Blumenau. Era o professor Salles, que se obstinava em nos desasnar com doses potentes de análise sintática […]

Continue lendo »

Uma americana no centro do mundo: no salão de Miss Stein

Iniciada pelo romantismo alemão e radicalizada pelos artistas franceses, a ideia de ruptura constituiu-se na marca de um novo tempo para os artistas do século XIX. Em todas as áreas, romper com o passado e inaugurar novos caminhos para a arte do futuro deixava de ser exceção para transformar–se em regra, formando uma nova tradição. Ninguém poderia ser considerado verdadeiramente artista […]

Continue lendo »

O Paraíso em chamas

Espólio Me descubro a decifrar as confidências do tempo eu que não soube amar, amei demais. E foram tantos os amores, descuidados, evanescidos, que me ponho a procurar no espólio das lembranças, entre fotos, cartas, bilhetes, aquela promessa ardente que eu me fiz, ela me fez, de felicidade iminente. Poema extraído do livro Paraíso em chamas   O grito de […]

Continue lendo »

A Veneza de Joseph Brodsky

É com uma espécie de encantamento beirando o lugar comum que as pessoas de um modo geral e os maus escribas em particular falam de Veneza. A antiga Sereníssima República tem seus ardorosos defensorespara os elogios mais oblíquos e seus detratores para as críticas mais abstrusas. O que faz Veneza tão especial se não é a única cidade em meio […]

Continue lendo »

“Musashi” de Eiji Yoshikawa

Foi no século XIX que a literatura de ficção em capítulos, feuilleton em francês, serial story em inglês, começou a sua mais ou menos breve carreira e a despertar o interesse do leitor. Encartada nas folhas dos jornais eram acompanhadas avidamente por gentis senhorinhas, galantes senhoras, sisudos senhores, jovens janotas, todos, enfim. Era a novela, hoje televisiva e que antes […]

Continue lendo »
1 20 21 22 23