Editorial. Ed. 158

Naufrágio impávido   Nada ocorre por acaso, inclusive partidos de esquerda. Resta checar o destino do PT, que surgiu há duas décadas no cenário sindical e de jovens lideranças não comprometidas com o peleguismo tradicional. O país chegou a acreditar que surgia um forte e inteligente partido de esquerda, capaz de cumprir por aqui o mesmo papel que fortes e […]

Continue lendo »

Enciclopédia chinesa

A ideia de que a escolha da nova equipe do governo deve seguir os mesmos métodos com que se escala um time de várzea é ridícula. Mas é mais ou menos isso que pretendem muitos de nossos políticos, empresários e intelectuais. Nada para o mérito. Tudo pela corriola. Pois, pois, essa fórmula abstrusa só pode caber na cabeça de quem […]

Continue lendo »

Caros amigos

Tenho amigos que votaram em Dilma Rousseff, são fãs de Lula e do PT. Conheço gente sensível, com quem sinto prazer ao conversar durante horas sobre literatura, música ou culinária, que acredita piamente que está engajada na luta contra a desigualdade social e que só o PT salvará os mais pobres da miséria. Acreditem, são pessoas inteligentes. Mas durante a […]

Continue lendo »

Dico Kremer, fundamental

Dico Kremer, por mil e uma razões que não interessam a ninguém neste sítio, tirou pequenas férias. E quando ele se ausenta, nós aqui da Ideias aproveitamos a oportunidade para publicar as suas fotos, pois ele mesmo pouco o faz, por excesso de pudor. Na verdade, Dico Kremer, nosso grande fotógrafo nativo, está a merecer uma retrospectiva completa. Um álbum, […]

Continue lendo »

Frida Kahlo

Na verdade, a vida de Frida Kahlo me impressiona muito mais que a sua obra. Resisto bravamente ao naif. André Breton chegou a qualificar sua obra de surrealista em um ensaio que escreveu para a exposição de Kahlo na galeria Julien Levy de Nova York. Mas ela corrigiu: Pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei […]

Continue lendo »

Editorial. Ed. 155

É provável que não haja no mundo país mais “governista” do que o Brasil, mais convencido do que o nosso das insubstituíveis virtudes cívicas e até domésticas da intervenção governamental. O Estado, a viúva, o governo, estes devem resolver todos os problemas pessoais de cada cidadão. É assim que o eleitor vê a política e por isso vota no amigo, […]

Continue lendo »

A hora do artista

Há o fator artístico. Todos os candidatos acreditam que podem chegar lá ao usar seus dotes de camelô, palhaço ou ator melodramático. É claro que só isso não basta. É preciso dinheiro, dinheiro e mais dinheiro para custear uma campanha eleitoral. Mas se o candidato não conseguir se diferenciar na multidão, não há fortuna que possa salvá-lo. Está ralado. Nessa […]

Continue lendo »

Pau no Leminski

Ilustração: JBosco

Ilustração: JBosco   Conheci o Paulo Leminski em 1963. Eu, aluno do curso Abreu, me preparava para o vestibular de Direito, ele, professor de história e do que chamavam de cultura geral. Foi impressionante. A figura de cabelos longos, voz um pouco rouca e uma retórica indestrutível desfiava a história da humanidade e questionava a cultura estabelecida e os modelos […]

Continue lendo »

As lições do vexame

Não há gesto mais ridículo que o de tentar dissimular um fracasso testemunhado por milhões de pessoas em todo o planeta. Luiz Felipe Scolari e seu escudeiro Carlos Alberto Parreira entraram nessa para explicar o massacre humilhante sofrido pela Seleção Brasileira de futebol diante da Alemanha. Grotesco. Dois beócios a exibir soberba e argumentos chinfrins para justificar a goleada de […]

Continue lendo »

As lições do vexame

Não há gesto mais ridículo que o de tentar dissimular um fracasso testemunhado por milhões de pessoas em todo o planeta. Luiz Felipe Scolari e seu escudeiro Carlos Alberto Parreira entraram nessa para explicar o massacre humilhante sofrido pela Seleção Brasileira de futebol diante da Alemanha. Grotesco. Dois beócios a exibir soberba e argumentos chinfrins para justificar a goleada de […]

Continue lendo »
1 14 15 16 17 18 20