O som do piano é líquido – Espelho retrovisor – Devaneios noturnos da mulher de um pianista

O som do piano é líquido O som do piano é líquido. Cada nota, uma gota, uma lágrima, uma navalhada. O pianista se corta enquanto toca. O pianista é metade suicida, outra metade assassino. Ele chora. Não tem como ser diferente, senão não seria pianista. O piano tem som de chuva, tem gosto de chuva, de garoa às terças-feiras no […]

Continue lendo »