Amigo de ocasião

Gostar de observar ruas, lugares e pessoas é uma coisa quase natural em quem gosta de escrever sobre o cotidiano. Não são poucos os textos literários que falam da obsessão em observar, perscrutar. Fernando Pessoa, em seu Livro do Desassossego, fala sobre isso: “Não sei quantos terão contemplados, com o olhar que merece, uma rua deserta com gente nela. Já […]

Continue lendo »