Os engenheiros do caos

“Os engenheiros do caos”, de Giuliano da Empoli, vai além da análise dos líderes do populismo de nossa época para mostrar os bastidores da construção de políticos de sucesso como Trump, Boris Johnson ou Jair Bolsonaro pelo uso “eficiente” das redes sociais. Empoli mostra como os fake news, as teorias da conspiração e os algoritmos são usados para disseminar ódio, […]

Continue lendo »

Leituras da quarentena

Fico besta quando me entendemHilda Hilst, poeta brasileira, como se sabe, foi por algum tempo esquecida pelos leitores da segunda metade do século XX. Muitos indicavam que sua escrita era complexa, não se entendia. Em suas várias entrevistas, comentou seus caminhos pela indiferença e perplexidade até o reconhecimento do público leitor. Dedicou-se à escrita por inteiro e defendeu seu trabalho. […]

Continue lendo »

A cultura inculta

Há livros seminais que deveriam voltar ao centro dos debates. Um deles, que acabo de revisitar, é o de Allan Bloom, professor de História das Ideias na Universidade de Chicago, tradutor de Platão e Rousseau, que escreveu uma obra que é fundamental para entender nosso tempo de degradação cultural. “A Cultura Inculta” é um ensaio sobre o declínio da cultura […]

Continue lendo »

Diário de inverno

Leitura pesada, especialmente para quem é da geração de Paul Auster. Ele nos oferece as suas lembranças em um diário em que confessa seus temores diante da aproximação da velhice e da morte: “adentrei o inverno da minha vida. Me aproximo do final“. “É um livro sobre o meu corpo, sobre os prazeres e as dores que alguém sente vivendo […]

Continue lendo »

Leituras da quarentena

O jardim, a tempestade, de Jamil SnegeEmbora curto e aparentemente de leitura rápida, “O jardim, a tempestade” (Travessa dos Editores, 2004), de Jamil Snege, pode exigir tempo maior que o previsto para desvendar suas linhas, suas delicadezas, ora de jardim, e seus escrachos, ora tempestivos. No prefácio Fábio Campana foi preciso ao descrever o Jamil presente nesta obra: hermético e […]

Continue lendo »

Leituras da quarentena

O Mestre das PolcasO Mestre das Polcas é o décimo sexto romance do incansável Guido Viaro, escritor e cineasta curitibano. O protagonista homônimo narra a história cujo cenário é a cidade austríaca Linz na segunda metade do século 19. Apreciador das artes, projeta em seu filho sua necessidade particular de realizar uma obra-prima musical. O escritor João Lucas Dusi, que […]

Continue lendo »