Além do Papai Noel

Em outros tempos, nesta mesma coluna, revisitei músicas natalinas. Deixei num lugar, trancafiada, guardada, presa, trancada, encarcerada, a música que se popularizou na voz de Simone, “Então é Natal”, em 1995 e desde então atormenta todo mundo em dezembro, e passeei por composições menos irritantes que tratam do tema. Nesse caminho, encontrei composições tristes, de crianças pobres que esperam por […]

Continue lendo »

Quando eu me chamar saudade

Meditar sobre a morte é meditar sobre a liberdade; quem aprendeu a morrer, desaprendeu de servir; nenhum mal atingirá quem na existência compreendeu que a privação da vida não é um mal; saber morrer nos exime de toda a sujeição e constrangimento. Michel Eyquem de Montaigne   A morte não deveria se apresentar numa rua, num poste, ponte, numa bala […]

Continue lendo »

Admirável gado novo

Qualquer passeio por comentários de notícias em jornais, blogs, revistas atestam: o comportamento de gado está cada vez mais institucionalizado na pequena vida cotidiana brasileira. Espírito crítico? Formação integral? Informação? Educação? Tudo isso é matéria proibida atualmente. Os governos correm na direção contrária da democracia. E tudo que é contra o mantra para continuar a manter uma população rasteira, ignorante, […]

Continue lendo »

Flor de ir embora

Uma das coisas mais difíceis dos relacionamentos humanos é a hora do adeus. Ao mesmo tempo em que o conceito de que tudo nessa vida tem começo, meio e fim, parece ser de fácil repetição, é complicadíssimo coloca-lo em prática. Na hora da despedida, lágrimas, pesares, sofrimentos, desejos de vingança e outras, muitas, emoções que chacoalham até os espíritos mais […]

Continue lendo »

Rádio pública – a incrível tarefa de disputar espaço no mercado

Você é ouvinte de rádio? Percorre o dial atrás do que mais combina com seu gosto, preferência, necessidade? Se você respondeu sim, provavelmente já percebeu como as emissoras se parecem. Os segmentos se copiam e se multiplicam sem levar em conta o desperdício de espaço, a pobreza de informação, o desprezo a tantas possibilidades, a busca por públicos diferentes… As […]

Continue lendo »

Caos nas prateleiras

Mudei de casa recentemente. Todo mundo sabe o que acontece durante uma mudança: trecos pra cá, bagulhos pra lá, pilha para doação, coisas para vender, caminhão abarrotado para a casa nova. Caixas, caixas e mais caixas. Caixas que não acabam mais, caixas que parecem que jamais serão esvaziadas. Caixas que se multiplicam e dão a impressão de que vão nos […]

Continue lendo »

Ruins da cabeça ou doentes do pé

Febre, hemoptise, dispneia e suores noturnos. A vida inteira que podia ter sido e que não foi. Tosse, tosse, tosse. Mandou chamar o médico: — Diga trinta e três. — Trinta e três… trinta e três… trinta e três… — Respire.                                                                — O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado. — Então, doutor, […]

Continue lendo »

Como será o amanhã?

Responda quem puder! A ansiedade sobre o futuro faz parte das imperfeições de nossa composição humana. É estranhíssimo que, mesmo sabendo que o período por aqui é breve, que a única certeza é a morte, que o tempo de um dia é o mesmo que o de estalar de dedos, que tudo que temos é o presente real – não […]

Continue lendo »
1 2